Internet, Tecnologia

Sony: nova falha de segurança atinge 24 milhões


A Sony admitiu hoje mais um roubo de dados num dos seus serviços de divertimento online. Desta vez, os visados foram os 24,6 milhões de usuários do Sony Online Entertainment (SEO) que viram os seus dados pessoais serem levados por cibercriminosos.

O ataque ocorreu ainda antes do anterior, em que foram lesadas mais de 70 milhões de pessoas, mas só hoje é que o mesmo foi admitido pela empresa japonesa. Os hackers conseguiram acesso ao nome, morada, telefone, email, data de nascimento e palavra-passe de 24,6 milhões de usuários.

Ao que parece, a Sony só se apercebeu do roubo quando estava a reforçar os sistemas de segurança de todos os seus serviços de entretenimento online. Em comunicado à imprensa, a Sony revela que o roubo de dados foi “descoberto quando engenheiros e especialistas em segurança estavam a rever os  sistemas da SEO”.

vice-presidente da Sony

Kazuo Hirai pediu desculpa aos usuários

O ataque agora descoberto é anterior ao feito à PlayStation Network e à Criocity, que foram despoletados a 17 e 18 de Março. Este à Sony Online Entertainment aconteceu entre os dias 16 e 17. Dado serem pouco prováveis as coincidências, este poderá ter servido de teste à capacidade de resposta da segurança dos sistemas e da própria companhia.

Para 10.700 usuários da Alemanha, Áustria, Espanha e Holanda o caso é ainda mais grave, de acordo com o comunicado, uma vez que lhes foram roubadas registos de débitos bancários que incluem o número da conta, o número do cartão de crédito, o nome da conta e a morada.

Nestas semanas negras, a Sony viu roubados os dados de um total de 100 milhões de usuários. Ainda no domingo o vice-presidente da companhia pedia desculpas aos clientes e usuários da companhia, que não têm escondido a sua fúria. A descoberta deste novo ataque acontece numa altura em que a companhia nipónica está a começar a restabelecer os serviços da PlayStation Network e da Criocity.

Os clientes da


1 comentário em Sony: nova falha de segurança atinge 24 milhões

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *