ultrabooks_Asus_Intel_techenet Tecnologia

Ultrabooks: a nova aposta da Intel


Ultrabooks a nova geração de ultraportáteis?


A Intel apresentou, na Computex 2011, uma nova categoria de computadores portáteis, os ULTRABOOKS. A maior fabricante de processadores do mundo espera que esta nova categoria represente cerca de 40% do mercado de notebooks até ao final de 2012.

Mas afinal qual é a diferença entre os ULTRABOOKS e os ultraportáteis existentes actualmente?

Os novos equipamento serão mais finos (até 20mm de espessura ), mais leves (até 1 kg), terão telas sensíveis ao toque, uma maior capacidade de processamento e uma autonomia superior a 10 horas.  O preço será inferior a mil dólares (nos EUA).

ultrabook

Os ULTRABOOKS deverão chegar ao mercado até ao final deste ano e utilizarão os processadores Sandy Bridge. A partir do segundo semestre de 2012 já deverão vir equipados com os novos processadores  Ivy Bridge de 22 nanómetros.

A preocupação com o consumo de energia também não foi esquecida. Segundo a Intel, a partir de 2013 os ULTRABOOKS deverão utilizar outros processadores (denominados Haswell), que reduzem para metade o a necessidade energética.

A Intel também aposta na segurança e rapidez através da utilização de unidades SSD ou de memória cache SSD usada em conjunto com o HD (disco rígido) tradicional.

 

Destaques da palestra de abertura  vice-presidente executivo da Intel Sean Maloney @ Computex 2011

 

A ASUS foi uma das primeiras empresa a anunciar o lançamento de um Ultrabook.

Asus-Ultrabook-UX21Asus Ultrabook UX21 é um notebook com um design “unibody” estilizado e corpo em alumínio. Tem 17 mm de espessura (ligeiramente mais fino que o MacBook Air) e pesa cerca de 1,1 kg. Pode utilizar processadores  até Core i7, da família Sandy Bridge. Este ultraportátil tem uma tela/ecrã de 11,6 polegadas e uma resolução de 1366 x  768 pixels (também será disponibilizado um modelo com uma tela de 13 polegadas), trackpad de vidro, teclas de metal, uma saída mini-HDMI, uma porta USB 2.0 e uma porta USB 3.0. O modelo apresentado pela Asus na Computex incluirá 4 GB de RAM e um disco SATA de 6Gb/s SSD. A Asus diz que o UX21 terá até 7 horas de autonomia e utilizará um recurso “Instant On” que permite sair do estado de hibernação em cerca de 2 segundos.

O lançamento está previsto para setembro, o preço ainda é uma incógnita, mas deverá ser inferior a 1000 dólares.

Será que vai competir de igual para igual com o Macbook Air? Ainda não sabemos temos que esperar para ver.

 

Fontes: Computex 2011, Intel, Engadget

 


4 comentários em Ultrabooks: a nova aposta da Intel

  1. joao pedro raldi

    pq nao fazer notebooks com 10 kilos, mas com 16gb de ram e placas graficas que aguentem pelo menos o photoshop!!!
    meu notebook tem parafusos entrepassando a tela para mante-la erguida, mas o interessante é que presta!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *