Apple

iPhone 4S desilude mercados e consumidores


iPhone 4S desilude mercados e consumidores

 

O dia não amanheceu risonho para os lados de Cupertino. O rescaldo do lançamento do iPhone 4S não é satisfatório para a Apple, que perdeu 5 por cento em bolsa e viu a Samsung anunciar processos judiciais por violação de patentes. Mas que ninguém tenha dúvidas. O novo iPhone vai ser um sucesso de vendas.

As reações ao novo smartphone da Apple não deixam dúvidas. Quinze meses depois do lançamento do produto anterior, mercados, analistas e consumidores esperavam mais do iPhone 4S.

O novo iPhone 4S não representa nenhuma revolução e analisando as caraterísticas técnicas do novo produto e do seu principal rival, é visível que o aparelho ontem lançado fica a par do Galaxy SII, o êxito de vendas da Samsung que está há já seis meses no mercado.

Este poderá ser o grande problema da Apple. O iPhone 4S está ao nível dos melhores smartphones do mercado, mas o ciclo de vida dos aparelhos da concorrência é bem mais curto e preparam-se novidades que podem deixar o iPhone 4S com a marca de ser um aparelho ultrapassado.

Os mercados não reagiram bem ao que viram ontem e as acções da Apple cairam 5 por cento, ao mesmo tempo que as dos rivais Samsung, HTC e Nokia registaram aumentos, embora menos significativos.

Tim Cook, o novo CEO da Apple, tem um problema para resolver. Tem de provar que a companhia não perdeu gás e continua a liderar na inovação. “A Apple não tem mais uma vantagem, o seu serviço de em nuvem é mesmo inferior ao Android, só pode vender com base na fidelidade à marca agora”, disse à Reuters o analista do Gartner CK Lu em Taipei.

As reações negativas aparecem num momento crucial, uma vez que o Natal está à porta e os gigantes asiáticos Samsung e HTC devem apostar numa campanha agressiva, agora que sabem que o iPhone não é melhor do que os seus aparelhos de topo.

Estes dados não impedem que o iPhone 4S seja um sucesso de vendas, até porque a empresa apostou numa redução dos preços e aposta em novos mercados. O iPhone 4S vai ser comercializado nos Estados Unidos a preços que variam entre os 199 dólares e os 399 dólares, ao mesmo tempo que baixa significativamente o preço do iPhone 4, que passará a estar disponível a 99 dólares.

Num momento em que a venda de dispositivos Android já é o dobro do conseguido pelos smartphones da Apple, a companhia da maçã aposta numa política de preços agressiva para inverter a tendência.

Mas esta aposta foi hoje posta em causa pela Samsung, em mais um episódio da guerra judicial em que as duas marcas estão envolvidas. A empresa coreana anunciou que vai avançar com processos para impedir a venda do iPhone 4S em França e itália por violação de patentes e não descarta intentar ações semelhantes noutros mercados.

De acordo com a Samsung, “a tecnologia violada é essencial para o funcionamento confiável de redes de telecomunicação e dispositivos. A Samsung acredita que a violação da Apple é muito grave e que as vendas dos iPhone 4S devem ser impedidas.A Apple tem violado contínua e flagrantemente os nossos direitos de propriedade intelectual e utilizado livremente em nossa tecnologia. Acreditamos que é agora necessário tomar medidas legais para proteger a nossa inovação”.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *