Bell Labs já pensa no 5G

2025 é já agora

O 4G ainda não está implantado e nos laboratórios Bell já se pensa no passo seguinte. Em 2025 vai ser necessária a entrada em vigor do 5G.

Gui Kim
Gui Kim
O novo protocolo de comunicações deve estar implementado em 2015 e apenas agora começam a surgir dispositivos com 4G (ou LTE na nomenclatura da indústria). Mas rapidamente a rede vai ficar saturada. “O número de terabites diário vai crescer 87% em 5 anos”, afiança Gui Kim, CTO dos laboratórios. “A resposta ao tráfego de dados pode ser a profusão de mini-células dentro das grandes células retransmissoras”.

Os laboratórios Bell (cujos cientistas já receberam vários prémios Nobel) têm uma ideia precisa do que vai ser o tráfego de comunicações daqui a 10/13 anos.

Tod Sizier explica que vai “haver uma explosão do número de pessoas e máquinas a fazer uso da comunicação de dados, pelo que as redes vão incorporar todos os standards e ter uma total convergência com o wi-fi”.

Mas então qual vai ser a diferença para o 4G? Que rapidez vai atingir?
“A velocidade do 5G vai ser a que as aplicações suportarem”, garanteTod Sizier, para quem “o 5G vai ser um serviço e não um servidor de bits”.

Artigo anteriorPróximo artigo
Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação. | Google +

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *