Apple, Gadgets, Mobile

iPhone 5 vai ter menos componentes da Samsung


Existe uma verdadeira guerra tecnológica e judicial a separar Apple e Samsung. E o facto é que parece estar a deteriorar as relações comercias entre as duas empresas. Lembramos que a Samsung é um dos principais fornecedores de componentes para iPhone. Mas a Apple quer reduzir a dependência dos seus produtos da empresa sul coreana.

Segundo novos dados, a Samsung irá deixar de fornecer os módulos de memória (DRAM e Flash) existentes nas últimas gerações do iPhone. A informação é avançada por fontes existentes dentro das cadeias de distribuição da Apple. Para substituir a empresa sul coreana a Apple irá contar com a Toshiba, Elpida Memory e SK Hynix para dividir entre si o fabrico dos módulos de memória DRAM e Flash para integrar o iPhone 5. A Samsung também não irá fazer parte da lista de compras da Apple relativa a ecrãs. A LG e a Sharp têm sido os dois principais fornecedores de ecrãs para o iPhone e isso não irá mudar.

Contudo, existe um componente que a Apple não conseguiu ainda arranjar alternativa à Samsung, o SoC (System on a Chip) onde se inclui o processador central e o processador gráfico. A imagem que apresentamos de seguida é bem esclarecedora do papel que nos últimos anos a Samsung teve no iPhone.

Aliás a contribuição tinha um número, 9% de todos os componentes desde a concepção do iPhone até chegar ao consumidor, vinham das fábricas da Samsung. A Samsung era a única empresa com uma representação de componentes com esta dimensão. Apesar disso, não se espera que seja tudo rosas nesta nova transição, e o facto de por exemplo a Samsung não ser considerada como alternativa para fornecedora de ecrãs pode trazer problemas de distribuição à Apple.

A Sharp um dos parceiros de longa data da Apple já teve séries dificuldades em manter os níveis de produção necessários para responder à oferta do iPhone. Inclusive a empresa nipónica tem o precedente de já não ter conseguido cumprir com o prazo de entrega dos seus componentes à Apple, o que em certos casos pode levar a uma quebra na cadeia de distribuição de iPhones.

Quanto ao novo tablet da Apple, designado na blogosfera por iPad Mini (teremos que esperar para ver se a designação se mantém), prevê-se que possua ecrãs disponibilizados pela AUO e a LG. Do lado da Samsung uma fonte dentro da multinacional coreana confirmou a redução de encomendas por parte da Apple. A mesmo fonte, garante que a Samsung está a compensar a diminuição de componentes da Apple e a redireccionar os componentes para os seus próprios produtos.

Não é de admirar, que a Samsung consuma cada vez mais os componentes fabricados por si, isto porque foram vendidas 20 milhões de unidades Galaxy S III nos primeiros 100 dias. E o Galaxy S III já conseguiu ultrapassar o iPhone 4S como o smartphone mais vendido nos Estados unidos da América,

Teremos que esperar pela recepção que o iPhone 5 irá ter junto do público quando for anunciado no próximo dia 12 de Setembro. Como sempre iremos acompanhar o evento e poderá assistir às novidades que a Apple tem para mostrar ao mundo através do Tech&Net.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *