Bitdefender Bitdefender, Notícias, Segurança

Golpe: mais de 4 milhões de modems de banda larga invadidos


Um ataque que durou mais de um ano invadiu cerca de 4,5 milhões de modems banda larga no Brasil. De maneira massiva e silenciosa, os criminosos exploraram a falta de atualização no firmware de aparelhos, de seis fabricantes, que usam um chip da Broadcom.

Os hackers se concentraram no mercado brasileiro, visando roubar dados bancários. O ataque teve início em meados de 2011 e se estendeu até março de 2012, quando foi identificado por empresas de segurança que alertaram os fabricantes dos produtos vulneráveis, bem como os órgãos competentes do governo.
As vítimas deste verdadeiros perigos virtuais tiveram seu modem DSL invadido e alterado em suas configurações de segurança, para dificultar a resolução dos problemas quando detectada a fraude.

Estas alterações faziam com que o usuário, ao tentar acessar o Google ou o Facebook, por exemplo, fosse redirecionado para sites falsos. Uma vez nessas páginas, seu computador era imediatamente infectado por malwares desenvolvidos para roubar dados bancários e outras informações sigilosas. O site pedia a instalação de um plugin que era, na verdade, o malware disfarçado.

A maneira de atuação dos hackers não é novidade, muitos programas maliciosos são introduzidos nos computadores com a permissão de aplicativos, downloads de arquivos infectados e execução de extensões falsificadas.

Use senhas “fortes” em seus modems, para que intrusos não tenham acesso

Não se pode descartar a parcela de “culpa” que cabe aos fabricantes, governo e provedores. No entanto, a principal causa de infecções e vulnerabilidades a esse tipo de ataque é em função do desconhecimento tecnológico e descuido dos usuários, lembrando que poucas pessoas se preocupam em minimizar as possibilidades deste tipo de abuso.
E vale ressaltar ainda que, mesmo em casos como esse, quando o problema foi causado por uma brecha do produto, há maneiras de se proteger. Confira algumas orientações e sugestões de segurança.

  • Mantenha atualizados softwares de segurança. Para tanto, é possível fazer download de antivírus em sites especializados. No que diz respeito ao firewall, as configurações sempre rígidas ajudam a identificar e impedir possíveis problemas;
  • Use senhas “fortes” em seus modems, para que intrusos não tenham acesso;
  • Não execute qualquer função, extensão ou instalação sem ter certeza da procedência do software, ferramenta ou plugin;
  •  Confira sempre a chave de segurança dos sites (aquele ícone de cadeado que aparece na barra de endereços) e avise ao seu banco, por exemplo, em caso de suspeitas.

Outras maneiras de não se expor a riscos desnecessários é procurar se informar sobre as fraudes e maneiras de atuação dos hackers, bem como conhecer seus equipamentos. A maioria dos eletrônicos possui dispositivos para dificultar a ação criminosa. Para usá-los a seu favor, conheça cada um deles. Dessa forma, dificilmente você será uma vítima de perigos virtuais.

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender Antivírus para uso exclusivo do Tech&Net

Fonte das imagens: Free Digital Photos


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *