Mais de 130 sites bloqueados por venderem produtos falsificados Internet, Notícias

Mais de 130 sites bloqueados por venderem produtos falsificados


No dia 26 de novembro as autoridades americanas e europeias informaram que bloqueram 132 sites, por suspeita de venda de produtos falsificados. Os sites em questão usavam domínios que terminavam em .com, mas também em .eu, .be, .fr, .dk, .uk e .ro. Os governos envolvidos na operação, não se limitaram a bloquear os sites, quando alguém tenta aceder vai ver uma mensagem que informa os consumidores da apreensão.

mensagem que informa os consumidores da apreensão

De acordo com as autoridades aduaneiras americanas (ICE), desde 2010, foram bloqueados 1630 sites suspeitos da venda de produtos “pirateados.

Os Estados Unidos já realizaram inúmeras ações com o intuito de combater este tipo de crime, mas esta foi a primeira em que houve cooperação efetiva entre as autoridades Norte-Americanas e a as autoridades da União Europeia. Além da Europol e da ICE (alfândega dos EUA) esta operação também teve a participação das autoridades britânicas, belgas, dinamarquesas, francesas e romenas.

Contas Paypal congeladas

Segundo informações das autoridades americanas, as contas Paypal dos administradores dos sites incriminados foram congeladas. Durante esta operação foi presa uma pessoa, em Nova York, que se arrisca a uma multa de 2 milhões de dólares e a cerca de 10 anos de prisão.

Os sites bloqueados são suspeitos de terem vendido inúmeros artigos falsificados, cópias de produtos de marcas de luxo ou de desporto (exporte). De acordo com o director da ICE, John Morton, todos os artigos à venda eram falsos e de má qualidade.

A operação coincidiu com o “cyber monday” (segunda feira cyber), dia de grandes descontos nas lojas online, que se segue ao tradicional fim de semana “Thanksgiving”.


2 comentários em Mais de 130 sites bloqueados por venderem produtos falsificados

  1. Joana Magalhães

    As autoridades do mundo inteiro deveriam juntar forças para acabar de uma vez por todas com esta praga. Eu sei que é uma utopia, mas…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *