Smartphone Gradiente Neo One GC 500 SF Dual Chip Android 2.3.4 3G Gradiente Mobile, Notícias

O IPHONE brasileiro é Android e esta hem?


Parece brincadeira, mas é verdade, uma empresa brasileira é a detentora da marca IPHONE no Brasil e anunciou, na terça-feira passada, o lançamento no mercado da sua linha de smartphones de topo da gama IPHONE, com sistema operativo Android.

Ao ler o parágrafo de introdução deve estar a perguntar-se como é possível o lançamento de um IPHONE com sistema operativo Android e como é possível não ser da Apple.

Android não é o sistema operativo do Google?

O iPhone não roda em iOS?

Sim! Sim! É a resposta ás perguntas acima.

O problema reside no nome IPHONE, a primeira empresa a solicitar o registo desse termo foi a IGB, proprietária da Gradiente.

O pedido do registo (registro) da marca IPHONE foi efetuado no ano 2000, ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), mas foi apenas concedido  em 2008. Segundo a IGB Eletrônica, dona da Gradiente, a empresa é “detentora exclusiva dos direitos de registro sob da marca IPHONE no País” desde 2008 e esse direito é válido até 2018.

“A intenção, desde aquela época, era fazer uma linha de smartphones com acesso à internet. Não era realidade, mas a gente sabia que viria a ser”, disse Eugênio Staub, dono da Gradiente e presidente do conselho de administração da CBTD.

A Apple lançou o seu primeiro iPhone em 2007, rapidamente o smartphone transformou-se num sucesso de vendas e podemos dizer, sem receio, que também se tornou num objeto de culto em todo o mundo. No entanto, no Brasil, a gigante da maça só conseguiu registar (registrar) a marca em 2011, nas categorias artigos de vestuário e publicações de periódicos.  Como a IGB já tinha efetuado o registo de “ G Gradiente iphone” a solicitação de inclusão na categorias de aparelhos celulares foi negada pelo INPI.

De acordo com Eugênio Staub, a diferença de 4 anos entre o registro e o lançamento dos equipamentos teve a ver com o processo de reestruturação da empresa, que teve início em 2007.

“A Gradiente não utilizou a marca IPHONE até o momento porque sua prioridade foi promover a reestruturação de sua operação e permitir a retomada de seus negócios. Esse retorno aconteceu no início de 2012, com o anúncio da Companhia Brasileira de Tecnologia Digital (CBTD), responsável pelo arrendamento e gestão das marcas da Gradiente”, pode ler-se num trecho do comunicado de imprensa da Gradiente.

Numa referência ao termo IPHONE, o presidente do conselho de administração da CBTD , Eugênio  Staub, esclarece: “Estamos interessados em esclarecer que não há plágio nenhum. As datas estão aí para provar que não plagiamos ninguém. Não há interesse em iludir o consumidor, até porque nossa plataforma é diferente.”

De acordo com o presidente da empresa brasileira, a Apple nunca os procurou para resolver esta questão e diz o seguinte:  “Houve, digamos assim, uma falta de respeito com o nosso registro.”

A Gradiente  está disposta a dialogar com o intuito de resolver amigavelmente este problema, no entanto esclarece também está disposta a adotar todas as medidas legais ao seu alcance para defender os seus  seus direitos de propriedade intelectual no Brasil.

Até ao momento não temos informação de alguma reação da Apple.

 

Breve informações sobre o smartphone da Gradiente

Smartphone Gradiente Neo One GC 500 SF  Dual Chip  Android 2.3.4  3G

O modelo lançado na terça feira é o um smartphone dual chip (aceita dois cartões de memória), roda em Android 2.3.4  e pertence à linha G Gradiente Iphone.

O design apresenta cantos arredondados e a tela (ecrã) de 3,7 polegadas  tem uma resolução de 320 x 480 px.

A câmera (câmara) traseira tem 5 MP e a frontal 0,3 MP

O preço sugerido é de R$ 599.

Veja mais informações no site da Gradiente


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *