Gadgets, Notícias, Software, Tecnologia

Actualização à especificação USB 3.0 vai permitir velocidades até 10 Gbps


O Grupo Promotor da norma USB 3.0 anunciou o desenvolvimento de uma actualização à especificação do USB 3.0 que vai oferecer o dobro do desempenho na transferência de dados nos dispositivos existentes, com velocidades máximas a chegarem até aos 10 Gbps.

O rendimento adicional, que coloca a norma USB mais próxima do líder no segmento (a norma Thunderbolt), é conseguido graças a uma evolução na especificação do hardware (mantendo a retro-compatibilidade) e transferência de dados mais eficiente.

O grupo responsável pela especificação da norma USB diz que actualização da mesma deve ser concluído até meados de 2013 e irá começar a aparecer no hardware de consumo, como discos rígidos externos cerca de 12 meses depois. Isto significa que só em meados de 2014 é que iremos começar a ver dispositivos com suporte para nova especificação.

Em resumo as principais características da especificação USB 3.0 actualizada são:

  • Taxas de transferências de dados até 10Gbps
  • Compatibilidade com os cabos e conectores existentes
  • Melhoria na codificação de dados de modo a permitir uma transferência mais eficiente de dados e um maior Throughput (desempenho) bem como uma melhoria na gestão de energia em operações I/O.
  • Compatível com as existentes “stacks” de software para suporte de USB 3.0 e protocolos usados pelos dispositivos.
  • Compatível com hubs/dispositivos actuais de 5Gbps e os novos dispositivos que suportem 10 Gbps, bem como todos os dispositvos USB 2.0

Apesar de também ter um papel preponderante no desenvolvimento da normal Thunderbolt, a Intel comprometeu-se a não perder tempo em adoptar o mais rápido possível as novas alterações à norma USB 3.0. Alex Peleg, VP do Grupo de Arquitetura da Intel refere a importância da nova norma no seguinte comunicado.

Nós reconhecemos que aplicativos clientes encarregados de uma computação mais “mainstream” vão precisar de maior rendimento para tirar partido dos periféricos conectados a dispositivos do utilizador.

Além da Intel a “press release” conta com suporte de outros gigantes da indústria demonstrando o interesse em suportar a nova especificação no seu software ou hardware, como é o caso da Microsoft e da HP. Por essa razão será de esperar que as mais recentes versões do Windows não tenham problemas a suportar a nova especificação. Será também de esperar que o Kernel de Linux caso seja necessário receba entretanto o devido suporte para as novas alterações já que a Intel é um dos contribuidores regulares para o mesmo.

Esta nova especificação é uma iteração sobre a actual que reflecte a procura de mercado de transferência elevadas de dados. A prova de uma boa adesão da norma USB 3.0 por parte da indústria, reflecte-se num aumento saudável em 2012 de dispositivos compatíveis com a norma. Em concreto existem actualmente 720 dispositivos certificados actualmente no mercado – o dobro na mesma altura em 2011. Via Engadget


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *