Notícias, Tecnologia

Conheça mais em detalhe o Chromebook Pixel


Como já tínhamos noticiado à umas semanas, existiam rumores que davam conta da Google se estar a preparar para lançar o sucessor do Cr-48, o primeiro portátil da empresa com o Chrome OS. E as suspeitas tornaram-se realidade com o anúncio oficial do Chromebook Pixel. Saiba mais sobre o novo portátil que poderá tornar a Google bem posicionada para competir directamente com a Apple e Microsoft no mercado de computadores pessoais.

O Chromebook Pixel, é a nova oferta da Google para todos aqueles que vivem na “Cloud” e decidiram eleger o Chrome OS como o seu sistema operativo. Isto significa que este portátil foi desenhado e construído pela empresa de Mountain View a partir do zero, para integrar todos os serviços web que utiliza no seu dia-a-dia. Mas se pensa que para ter um portátil com sistema operativo leve como o Chrome OS a Google sacrificou a qualidade deste equipamento está bastante equivocado.

Os pormenores que tornam este ChromeBook Pixel um equipamento com bastante personalidade e estilo começam na sua construção. À semelhança dos Macbooks da Apple, é construído à base de um único bloco de alumínio utilizando um método industrial de corte que muito poucas empresas possuem além da Apple. Mas se pudéssemos comparar o novo portátil da Google com algum computador o novo Macbook Pro Retina seria o mais óbvio candidato.

img_chromebookpixel_02

A razão deve-se ao Chromebook Pixel possuir um ecrã de 12.85 polegadas com uma resolução absolutamente incrível de 2560 x 1700 (239 ppi). Isto significa que é sem qualquer sombra de dúvida o ecrã com maior resolução alguma vez incluído num portátil. O novo ecrã ganha em relação ao modelo da Apple, devido a ser sensível a toque (multitouch). A Google opta neste aspecto por seguir o mesmo paradigma que a Microsoft está a tentar tornar comum em todos os portáteis com o Windows 8.

Ainda no exterior, o novo portátil da Google oferece 2 portas USB 2.1, um leitor de cartões, um conector para microfones na norma 3.5 mm e um conector DisplayPort para ligar outros dispositivos externos como televisões ou retro-projectores.

Numa radiografia ao interior, encontramos um processador da família Intel Core i5 1.8Ghz (dual-core), 4GB de memória RAM e um disco SSD de entre dois tamanhos à escolha (32GB ou 64GB). Se acha que nenhum destes armazenamentos seriam alguma vez suficientes para si, a Google pensou neste caso,e está a oferecer a todos os compradores do Pixel 1 TB de armazenamento Cloud, por intermédio do serviço Google Drive (com uma duração de três anos).

img_chromebookpixel_03

Quanto aos restantes especificações do Pixel, saiba que contém três microfones – um sob o teclado – para ajudar a melhorar o cancelamento de ruído. Como um dos microfones está instalado perto do teclado, ajuda a reduzir o ruído provocado pela escrita no teclado desta bela máquina. Pode ainda encontrar uma câmara frontal “HD” , e um trackpad coberto com uma camada de vidro tornando o scroll muito suave (mais uma inspiração no fantástico trackpad da Apple).

A autonomia é uma das palavras chaves neste tipo de equipamentos. Porém, talvez o único ponto onde o Chromebook pixel desilude é neste aspecto. Segundo testes da Google a bateria que regista um consumo de 59Wh tem uma autonomia máxima de 5 horas. Se considerarmos que os fabricantes são regra geral bastante optimistas neste aspecto, fácilmente chegamos à conclusão que a Google poderia se ter esforçado em melhorar esta característica.

Por fim, mas não menos importante, no campo da conectividade sem fios pode contar com suporte WiFi, Bluetooth e opção com acesso à rede celular (LTE). O modelo com menor capacidade de armazenamento, terá apenas conectividade WiFi, enquanto o modelo de 64GB vem com suporte a conectividade LTE onde os compradores poderão decidir que plano de dados poderão usufruir com base no que é oferecido pelas operadoras dos países onde o Chromebook Pixel Será vendido.

E por falar em países, infelizmente tudo indica que para já a Google apenas irá vender o Chromebook Pixel directamente na Play Store norte americana. Apesar deste aspecto, e à semelhança do anterior modelo, para todos os residentes de países não contemplados, como Portugal e Brasil, poderá ainda ter a esperança de adquirir este modelo por importadores ou mesmo por intermédio de lojas online como a eBay ou Amazon.

Mas caso tenha a disponibilidade de comprar este portátil poderá lhe ficar mais caro do que inicialmente poderia pensar. A versão de 32 GB (apenas Wifi) custa $1.299 (cerca de 985.66 euros ou 2559.55 reais). Caso decida optar pela versão de 64GB (com suporte LTE) o preço aumenta para 1.449 dólares ( 1137.42 euros ou 2953.63 reais).

Para saber mais sobre esta nova aventura da Google no mercado dos computadores pessoais, veja de seguida o vídeo de apresentação do Chromebook Pixel.

Via: Google Chromebook Pixel


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *