Internet, Notícias, Software, Tecnologia

Google poderá estar a trabalhar num novo Chromebook com ecrã Retina Plus


A Google embora tenha um papel preponderante no domínio dos serviços web e software como é o caso do Android, Chrome e Chrome OS é também um fornecedor de hardware. Basta uma cuidada análise à gama Nexus para se perceber a dimensão da estratégia que a Google tem para o Android. Mas depois do Cr-48 a empresa não voltou a lançar nenhum modelo com Chrome OS. Contudo, novos rumores apontam que um novo modelo da Google seja lançado este ano.

Se por um lado o Windows 8 não está a ter o sucesso que a Microsoft esperava, por outro os Chromebooks do Google estão a vender cada vez mais. A prova da subida de popularidade dos dispositivos com o Chrome OS está no facto de os mesmos aparecerem na lista de computadores mais vendidos pela Amazon.

As empresas tradicionalmente leais à Microsoft, isto é, o núcleo duro dos seus parceiros OEM, como a Samsung, Lenovo, e mais recentemente a HP lançaram Chromebooks a preços bastante atractivos para o consumidor final. Mas como sabemos a Google é uma empresa dinâmica e bastante competitiva e como tal não pretende ficar por aqui.

Devido a estes aspectos, surgiu sem surpresa novos indícios relativamente ao facto da Google estar a trabalhar num sucessor do cr-48 (o primeiro dispositivo com Chrome OS da empresa), com o nome de código Chromebook Pixel. Esta nova informação foi divulgada num vídeo colocado no youtube da autoria da agência de marketing Slinky. A informação avançada parece ter alguma credibilidade devido ao facto da Slinky colaborar em algumas campanhas de marketing com a Google.

A submissão desse vídeo, ou o “leak” se preferir, como é óbvio sem a autorização da empresa de Marketing, terá sido obra de hackers que atacaram os servidores da Slinky. Foi pelo menos esta a justificação que foi avançada pelo CEO da Slinky Victor Koch que pediu desculpas públicas no Google+ por alguns projectos da empresa terem sido divulgados.

Contudo, devemos sempre encarar a divulgação deste vídeo com algum cepticismo. Em especial a imprensa internacional está bastante desconfiada de algumas peças não encaixarem bem, nomeadamente em relação à facilidade com que esta informação foi divulgada. Há mesmo quem refira que terá sido uma “estratégia” de marketing para criar “hype” (entusiasmo) para o novo Chromebook que a empresa poderá anunciar na conferência Google I/O que se irá realizar neste verão.

Quanto às características do Chromebook Pixel, apenas se sabe através do vídeo que possui um ecrã/tela “touch” que permite uma resolução extraordinária de 2560 x 1700 pixels (que no vídeo é denominado de Retina Plus) tornando-o capaz de competir neste campo com os Macbooks retina da Apple. A construção deste chromebook a julgar pela cor do equipamento parece assentar em materiais de alumínio, o que denota mais uma inspiração nos modelos da Apple. Por essa razão, na eventualidade deste modelo se materializar, tudo indica que terá como alvo um segmento de mercado mais alto que os actuais Chromebooks.

Pode visualizar o vídeo de seguida.


O Chromebook Pixel pode acabar por não ser o nome do chromebook a anunciar no futuro, ou mesmo que este portátil seja anunciado, em nada pode ter a ver com o que vimos no vídeo anterior. Afinal existem às vezes conceitos que são criados internamente pelas empresas e que nunca passam do papel.

Salvaguardando todas as condicionantes que serviram como base a noticiarmos esta “leak”, o lançamento a curto / médio prazo de um Chromebook até faz sentido e é coerente com a estratégia que a Google tem adoptado na gama Nexus para smartphones e tablets. Teremos que esperar pela Google I/O para confirmarmos a real veracidade destes rumores. Via Muktware, The Verge


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *