Internet, Jogos, Notícias, Tecnologia

Mozilla e Epic Games convertem o Unreal Engine 3 para o Firefox.


Em 2011 a Epic Games desenvolveu uma versão do seu popular motor de jogos Unreal Engine 3 para o Flash. Contudo, actualmente a tecnologia converge para o Javascript e HTML5 e o Flash perdeu popularidade. O recente anúncio do OdinMonkey, desenvolvido pela Mozilla, era portanto a peça que faltava à próxima geração de jogos no browser. É neste seguimento que a Mozilla e a Epic Games trazem o Unreal Engine 3 para o Firefox.

A Mozilla colaborou com a Epic Games, para explorar todo o potencial 3D das novas tecnologias existentes nos browsers. Para demonstrar o que os estúdios de jogos podem fazer com um navegador moderno a Mozilla e Epic criaram uma versão do Unreal Engine 3 para executar em browsers sem recorrer a qualquer plugin. Este é um avanço tecnológico importante que certamente seria impensável em 2011 quando o Flash parecia ser a única forma atingir uma meta semelhante.

A base por detrás da tecnologia que tornou possível esta conversão do motor da Epic, começou há cerca de seis meses atrás, quando a Mozilla começou a trabalhar e, utilizar o seu compilador emscripten para converter código C e C++ para asm.js, um subconjunto estrito de JavaScript. Esta combinação permite que o código JavaScript funcione a uma velocidade mais próxima do desempenho nativo.

img_mozilla_epic_unreal_engine_02

Assumindo a elevada complexidade dos motores de jogos modernos e os próprios títulos que deles advém, é necessário estreitar a barreira que existe entre a Web e as aplicações nativas. A tecnologia asm.js e o módulo de optimização OdinMonkey presentes na versão Nightly do Firefox, permitem por exemplo a execução do Epic Citadel e do jogo Unreal Tournament. Foi precisamente a demo e o popular jogo da Epic, que foram demonstrados pela Mozilla a executar numa versão do Firefox na Game Developers Conference.

A conversão do Unreal 3 Engine para a versão web terá alegadamente demorado apenas quatro dias acrescidos de alguns pequenos ajustes. É importante notar que a Epic já tinha feito algum trabalho anteriormente, no sentido de levar o seu motor de jogo para a web, mas ainda assim é um resultado bastante impressionante, como podemos observar no vídeo seguinte.

A demonstração real vai estar disponível online nas próximas semanas. Até lá, pode sempre experimentar a demonstração da Mozilla BananaBread na mais recente Firefox Nightly. Não está ainda claro quando fará parte dos planos da Epic Games comercializar uma versão do Unreal Engine 3 para a Web.

Mas mais do que uma simples “tech demo”, a Mozilla pretende ajudar a trazer alguns produtos comerciais através da sua nova tecnologia para a internet. Para já está a trabalhar actualmente com parceiros de peso como a Disney, Electronic Arts e ZeptLab (autora do popular jogo “Cut The Rope”) e garante que outras empresas a usar asm.js serão conhecidas ao longo do tempo.

Via: Mozilla


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *