Segurança, Sistemas Operativos

Trisquel 6.0 LTS – Uma distribuição de Linux apenas com Software Livre


Existem de facto distribuições baseadas em Linux para todos os gostos. Mas algumas das distribuições mais usadas incluem binários proprietários ou uma forma bastante convidativa de os instalar. Quer ter o total controlo do seu sistema operativo e não confia em em nenhum binário que não tenha o seu código fonte disponível? Então o Trisquel pode ser a solução mais indicada e segura para si.

Se insiste por tratar o Linux como GNU/Linux (o termo tecnicamente correcto) e quer ter um sistema operativo totalmente livre de software proprietário o Trisquel pode ser a sua melhor escolha. Mas o que é que entendemos por livre? Os autores do Trisquel rejeitam incluir na sua distribuição aplicativos, plataformas de programação, drivers e firmware que não são livres. Em termos muito gerais, significa que nenhum software será incluída nesta distribuição se não for abrangido por uma licença open source,

Esta distribuição recebe mesmo a certificação por parte da Free Software Foundation, estando listada como uma das poucas distribuições de Linux livres no seu site oficial. Por não o tornar “refém” de software controlado por terceiros, esta distribuição torna-se uma óptima opção para manter as suas máquinas sempre actualizadas quer seja num ambiente empresarial ou mesmo numa pequena escola. E como é uma distribuição de suporte a longo prazo (LTS) baseado no Ubuntu 12.04, significa que irá receber actualizações de segurança até 2017.

img_trisquel6_02

Contudo o Trisquel não é apenas célebre por ser uma uma distribuição totalmente livre. Aliás por omissão, é apresentada com um ambiente gráfico bastante arrumado, simples e ao mesmo tempo atraente baseado no Gnome. Na nova versão do Trisquel são introduzidas todo um conjunto de actualizações no campo do software instalado e no kernel utilizado como base, entre as quais destacamos de seguida.

Principais novidades do Trisquel 6.0 LTS:

  • Linux-Libre 3.2
  • Xorg
  • Abrowser 19
  • GNOME 3.4
  • LibreOffice 3.5

De entre as novidades anteriores destacamos o Linux-Libre 3.2 que é básicamente a versão 3.2 do Kernel de Linux sem qualquer driver ou firmware proprietário. O Abrowser 19 é uma modificação do Firefox com a mesma versão, de modo a não recomendar a instalação de plugins proprietários, como o Adobe Flash Player. Esta nova versão introduz suporte total ao formato de vídeo por HTML5.

Isto significa que poderá tirar partido de codecs de domínio aberto e livres de patentes como o WebM, h264 ou ogg vorbis (entre outros). Isto significa que, por intermédio do formato WebM, poderá ter acesso a sites como o YouTube sem ter que instalar o flash player da Adobe. A versão incluída do Abrowser, permite ainda visualizar pdfs sem a utilização de qualquer plugin e adiciona suporte para aplicações de “Instant messaging” por intermédio do formato WebRTC. Poderá também produzir os seus documentos de texto e folhas de cálculo por intermédio da versão 3.5 do LibreOffice.

Numa reflectida análise aos prós e os contras desta distribuição, chegamos à conclusão que o Trisquel é uma distribuição equilibrada. Isto significa que, por um lado permite-lhe ter acesso a um extenso repositório de aplicações do Ubuntu e ao mesmo tempo tem a garantia que terá um sistema livre de binários proprietários. Ao mesmo tempo que estabelece este equilíbrio o Trisquel consegue ainda oferecer um ambiente de navegação minimamente atraente. Se quiser experimentar o Trisquel na sua máquina deixamos de seguida os links apropriados.

Site Oficial: Trisquel
Download: Imagem de DVD para Trisquel 6.0 LTS – 32 Bits [1.2GB]
Download: Imagem de Netinstall Trisquel 6.0 LTS – 32 Bits [25MB]
Download: Imagem de DVD para Trisquel 6.0 LTS – 64 Bits [1.2GB]
Download: Imagem de Netinstall para Trisquel 6.0 LTS – 64 Bits [25MB]


2 comentários em Trisquel 6.0 LTS – Uma distribuição de Linux apenas com Software Livre

  1. wilson

    olha esta trisquel.

    eu gostei por que ela é bastante leve para pcs antigos, também eu recomendo.não jogue seu pc antigos fora use linux.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *