Mobile, Negócios

Gartner prevê que Microsoft se possa tornar irrelevante em 2017


Numa previsão publicada recentemente pela Gartner, a popular empresa especializada em estudos de mercado, prevê que a Microsoft não vai conseguir captar ao longo dos próximos anos o interesse dos consumidores nos mercados de tablets e smartphones. Segundo a previsão, a Microsoft poderá basicamente, se tornar irrelevante.

Aparentemente, uma mudança enorme no mercado tecnológico, está a decorrer e vai levar que a maioria das pessoas comecem a usar Tablets como o seu dispositivo de computação principal e que fará com que a participação da Microsoft através dos seus sistemas operativos – tanto no Windows Phone como no Windows – vai cair para sensivelmente mesmo que a quota de mercado do iOS que a Apple vai ter em 2017 .

Carolina Milanesi, analista responsável por este estudo, acredita que o Android terá volumes de vendas, que “são três vezes maiores que os do Windows” no futuro, dado que a Microsoft não consegue captar os interesses de mercados emergentes. Milanesi acredita que as pessoas que não possuem actualmente PCs vão olhar para os Tablets e adaptá-los como o seu primeiro computador, e o “Android ou iOS são os dois sistemas que os consumidores vão preferir “. Isso fará com que os programadores se concentrem seus esforços na plataforma com a maior base de usuários, o que “aparentemente não vai ser o Windows”.

img_garner_microsoft_2017_02

O Gartner prevê que até 2017, que as vendas do Android vão superar (e em muito) qualquer outro sistema operacional no mercado, enquanto que já em 2014 vamos ver o Android em mais de um bilhão de dispositivos. A BlackBerry vai continuar a deslizar nos vendas globais e vai acabar bem atrás do Windows Phone, e em 2015 os tablets vão vender mais que os PCs mais tradicionais, como notebooks e desktops. “Vencer no mercado de Tablets e Smartphones é fundamental para [Microsoft] permanecer relevante nesta mudança tecnológica”, diz Milanesi.

img_garner_microsoft_2017_03

Convém ressalvar que esta é simplesmente a previsão de uma analista da Gartner em relação ao futuro e muitas vezes estas análises acabam por não se concretizar. A Microsoft está trabalhar de forma bastante dedicada no Windows Azul de forma a melhorar a experiência da interface com o utilizador presente no Windows 8. A unificação geral dos serviços da Microsoft poderá transformar ou mesmo inverter as tendências de mercado. Se a Microsoft será capaz de acompanhar o Android, para já é ainda cedo, mas para inverter a tendência terá de mudar a forma como encara o mercado de dispositivos móveis. Via Guardian


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *