PUBLICIDADE-ONLINE Internet, Notícias

O futuro da publicidade online segundo a Google


A publicidade online transformou-se já no canal preferido das empresas em muitos países e rapidamente irá substituir a TV nos outros. Mas para que isso aconteça há mudanças que devem ser implementadas. A Google tem vindo a refletir seriamente no assunto, ou não fosse esse o seu principal negócio e chegou a uma conclusão: A publicidade deve mudar e basear-se em cinco pilares: escolha, controlo, charme, conexão e calibração. A grande novidade, para já, é o lançamento de “campanhas melhoradas”.

Na conferência Ad:Tech, que decorreu este fim-de-semana em São Francisco, a vice-presidente da Google para a publicidade, Susan Wojciski, afirmou que “a primeira coisa em que temos de pensar é nos usuários, para onde vão e como vão mudar os seus comportamentos”.

Para esta especialista citada pela Forbes, até 2020 grande parte da nossa vida vai ser digital e os anunciantes devem estar preparados para isso e dar as melhores opções aos usuários.

O futuro da publicidade digital pode muito bem vir a basear-se em cinco grandes pilares, principalmente se o gigante Google insistir que esse é o caminho.

Escolha

Os anúncios tenderão a ser voluntários, ou seja, apenas aqueles que o escolherem verão a publicidade. “Somos pagos num custo por click e cabe ao sistema de anúncios e aos editores mostrarem a publicidade certa no momento certo” através do TrueView, o sistema que mostra a publicidade de acordo com os interesses dos usuários. Este sistema poderá vir a ser melhorado com a inclusão de elementos que estimulem o compromisso e que mostrarão elementos publicitários normais mas que se transformarão com a passagem do rato, com catálogos ou vídeos.

Controlo

Para que a publicidade funcione ela deve ser relevante para os usuários e estes devem ter o controlo sobre o que querem ver. A Google já tem uma página que permite aos usuários decidirem o que lhes interessa ver, mas “este método deve ser implementado em grande escala”.

Charme

Os anúncios têm de ser mais bonitos e apelativos e uma vez mais em grande escala e aqui, uma vez mais, com anúncios que estimulem o compromisso e a interatividade dos usuários e que “obrigarão os publicitários a serem mais criativos”.

Conetados

Os publicitários devem deixar de pensar nos dispositivos e centrarem-se exclusivamente nos usuários. “É por isso que anunciamos o lançamento de ‘campanhas melhoradas’, que é a maior mudança de sempre na estrutura do sistema Google Adwords. Os publicitários vão ser capazes de alcançar não os dispositivos mas as pessoas. Temos de ser capazes de ver a publicidade que seja relevante para o local onde estamos e para o que estamos a fazer”, afirmou a vice-presidente da Google.

Calibração

Os clicks vão ser apenas uma das formas de medir a eficácia e o alcance das campanhas. Active Views e Active GPR devem ser medidos em todos os produtos, para que a indústria possa ter uma melhor noção do alcance e impacto das campanhas publicitárias.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *