Flickr com novo design e 1 terabyte de capacidade de armazenamento Redes sociais

Flickr com novo design e 1 terabyte de capacidade de armazenamento


Depois do anúncio da compra do Tumblr por 1,1 mil milhões de dólares (1,1 bilhões), a Yahoo relança  o Flickr, a sua plataforma de armazenamento, organização e partilha de fotos. O website foi completamente redesenhado e agora oferece 1 terabyte de armazenamento online gratuito. Só para terem uma ideia, 1 terabyte equivale a 1024 gigabytes, espaço  suficiente para guardar mais de 500.000 imagens (a uma  resolução comum à maioria dos smartphones).

O quão grande é um terabyte? Bem, com ele você poderia tirar uma foto por hora pelos próximos 40 anos e não acabaria com o novo espaço que estamos disponibilizando…”, pode ler-se no blog do Flickr.

A Yahoo também redesenhou o website do Flickr, de forma  a destacar as imagens em vez dos texto ou espaços em branco, como era apresentado até então. Agora as imagens são maiores e podem ser partilhados em alta resolução. O novo feed de notícias apresenta a atividades dos amigos ao mesmo tempo que exibe as nossas atualizações, num layout mais “clean” e agradável.

Novo Flickr

Foto reprodução/divulgação: Flickr

Evidentemente o mundo mobile não foi esquecido, depois do lançamento (dezembro de 2012) do aplicativo para iPhone, o Flickr anuncia a nova app para Android.

app-Flickr-para-Android

Marissa Mayer, “chefe” do Yahoo, parece determinada. Conseguiu adquirir a plataforma de blogs Tumblr, por um 1,1 mil milhões de dólares (1,1 bilhões), apesar algumas fontes acharem que o valor oferecido não seria suficiente.

Tentou comprar a plataforma de vídeos Dailymotion, mas um ministro francês levantou problemas, o que levou a Yahoo a interromper as conversações com a Orange, que é detentora a 100% da start-up francesa.

Agora a Yahoo apresenta o novo Flickr com uma capacidade de armazenamento quase ilimitada e sem concorrentes à altura, o Google proporciona uns meros 15 GB…

Marissa Mayer já deu a entender que a Yahoo não se ficará por aqui, afirmou, no entanto, que não estão previstas aquisições que envolvam montantes equivalentes ao da compra do Tumblr.

Será que é desta que a Yahoo conseguirá voltar às luzes da ribalta, onde reinou até até ao ano 2000?


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *