android malware Segurança

Descoberto o mais perigoso Malware para Android


O rápido crescimento da plataforma Android desperta cada vez mais o interesse dos cibercriminosos. Recentemente foi descoberto um novo malware, que já é considerado o código malicioso mais perigoso para os dispositivos baseados no SO (sistema operativo/operacional) da Google.

Denominado ”OBAD,a” , este novo Trojan introduz-se discretamente, utilizando uma abordagem muito parecida com a forma como estas aplicações se espalham no Windows.

o novo malware explora as partes mais fracas do sistema operativo Android e espalha-se através  de Bluetooth e Wifi. Embora este código malicioso ainda não tenha ainda conseguido afetar grandemente o ecossistema Android, acaba por ser preocupante esta nova abordagem, que permite ao hacker enviar códigos maliciosos através de simples mensagens SMS para os dispositivos infectados.

A Google ainda não se pronunciou sobre este novo malware, que explora as partes do Android mais expostas e a cujas vulnerabilidades não se tinham dado a atenção devida .

Roman Unuchek especialista da Kasperky Lab, refere o facto de o ”OBAD.a” ter a capacidade de ser controlado à distancia através de simples SMSs, explorando desta forma privilégios de administrador ou de root, como é correto dizer.

Roman enfatiza que o apetite pela plataforma Android por parte dos hackers tem aumentado exponencialmente e que todos os dias surgem novas formas de infetar este sistema operativo/operacional, o que torna o processo de deteção e eliminação dos diversos códigos maliciosos cada vez mais difícil.

Fonte: EFYTimes


2 comentários em Descoberto o mais perigoso Malware para Android

  1. Nuno André

    onde está: “utilizando uma abordagem muito parecido com a forma”
    deveria estar: “utilizando uma abordagem muito parecida com a forma”

    onde está: “Carlos Carvalho é licenciado em Relações Internacionais e Direito Europeu. É vegetariano à 17 anos.”
    deveria estar: “Carlos Carvalho é licenciado em Relações Internacionais e Direito Europeu. É vegetariano há 17 anos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *