windows_8_aspire_p3_notebook Sistemas Operativos

Windows 8.1 veja as novidades em vídeo oficial


A Microsoft já tinha revelado alguns detalhes da nova atualização do Windows 8, o regresso do botão “Iniciar”, uma interface mais amiga do utilizador e até a inclusão de suporte nativo para leitores de impressão digital. Agora, através de um vídeo oficial, a gigante de Redmond, apresenta algumas das novidades do Windows 8.1.


O vídeo, muito bem feito por sinal, sintetiza eficazmente as áreas que foram mexidas e os impactos que essas alterações têm na facilidade de utilização. Uma coisa parece certa, a interface METRO está para ficar.

O Windows 8 está com as menores taxas de penetração de sempre em comparação aos anteriores lançamentos de outras versões do Windows. A Microsoft dá aqui um sinal que percebeu que algo de errado se passava e para além de várias mudanças internas diretamente ligadas ao desenvolvimento do seu sistema operativo/operacional, está de facto a fazer um esforço para emendar a mão. O descontentamento dos utilizadores e as constantes pressões das marcas que produzem hardware, face aos números muito baixos de vendas de novos computadores, fez de certeza tocar as campainhas para os lados de Redmond.

Apesar de ainda não ter visto a luz do dia, o Windows 8.1 já está envolto em várias polémicas, a última tem a ver com a forma como o sistema operativo/operacional faz a busca de um assunto, a comunidade Linux diz que é uma cópia do que o Ubuntu já faz.

Não é a primeira vez que acontecem incidentes deste tipo e a comunidade Linux chega a dizer que são cópias descaradas de algumas interfaces do Linux, como exemplo dou o Mac OS Lion Mountain e as semelhanças enormes com a Gnome Shell 3, que saiu muito antes.

Mas afinal o que é que se anda a passar com os SOs proprietários? Será que lhes falta criatividade e acabam por ir buscar inspiração ao Mundo Open Source?

De facto não tenho uma resposta exacta para estes fenómenos, o que digo é que a tecnologia tem de estar aberta, e não importa onde nos inspiramos, esse é aliás o meu lema ”O CONHECIMENTO HUMANO É DE TODOS” . É tempo de por fim às “guerrinhas” dos “copy paste”, das patentes de cantos arredondados etc., no final o que interessa é que se tenha um bom produto final e que os utilizadores possam se sentir perfeitamente integrados com a máquina.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *