apps-smartphone Bitdefender, Mobile, Segurança

Apps de tecnologia móvel se destacam como provedores de serviços financeiros


app-celularGraças à frequente correria no dia-a-dia de muitas pessoas, aliada à popularização das tecnologias móveis, surgiram inúmeras opções de aplicativos (aplicações) e recursos financeiros presentes em smartphones. As chamados “carteiras móveis”, por sua vez, passaram a ser utilizadas pelos usuários para a realização de pagamentos diversos, interferindo diretamente na relação de instituições com seus clientes e na questão da segurança online.

Do real para o virtual

Um estudo da empresa de consultoria especializada em serviços financeiros, a Carlisle e Gallagher, mostrou que não são poucos os consumidores que, mesmo satisfeitos com seus bancos, têm interesse em migrar suas atividades financeiras para a tecnologia móvel – cerca da metade dos 605 entrevistados.

Entre as opções, aplicativos como o Google Wallet e o PayPal, mostram-se efetivos como provedores de serviços financeiros, suportando diversas formas de pagamento, como cartões bancários e de crédito.

No estudo, por exemplo, aproximadamente 45% dos interessados em carteiras móveis mostrarm preferência pelo PayPal, enquanto cerca de um quarto disse optar pelo Google – abandonando a prática de ir até uma agência bancária para realização de tais serviços.

Dicas de segurança

Em meio à crescente demanda de novos recursos e fortalecimento de tecnologias como antivírus grátis e e softwares de proteção, a prática de efetuar pagamentos pelo celular exige cuidados. Entre as dicas de segurança, é válido frisar:

  • Escolha sempre empresas com o selo internacional de segurança, como a certificação PCI DSS. Esse selo é destinado a empresas que trafegam dados de cartões de crédito, sendo exigido pela Visa e Mastercard, por exemplo;
  • Trafegue usando a criptografia, responsável por proteger dados sigilosos, tornando-os legíveis apenas para o seu destinatário final;
  • Prefira empresas que emitem comprovantes imediatamente, sejam eles em forma de SMS ou e-mail;
  • Cheque seus extratos e faturas periodicamente, a fim de evitar que compras não autorizadas passem despercebidas.

 

Crédito da imagem: Free Digital Photos.

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender Antivírus para uso exclusivo do Tech&Net.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *