Futuro hoje

Europa e Nasa lançam sistema de raios laser capazes de atingir Júpiter


A Agência Espacial Europeia (ESA) e a norte-americana NASA preparam-se para lançar um sistema de raios laser que permitirão alcançar a superfície de Júpiter. Os raios laser serão utilizados para facilitar as comunicações entre satélites e naves espaciais terão capacidade para transportar Petabytes de dados diariamente.


O sistema de raios laser tem como principal novidade uma rede de transceptores (transmissores/recetores) ativos; ou seja, uma rede de estações no espaço e na terra sincronizados e com capacidade para receber e transmitir os raios laser. O sistema já foi testado com sucesso na terra e os cientistas estão agora prontos para enviar o sistema para o espaço. O primeiro lançamento será já no dia 25 de julho e será da responsabilidade da ESA. Depois, a 5 de setembro será a vez da NASA.

Os raios laser utilizados neste sistema não são mais potentes do que os já existentes ao nível comercial, mas a rede de transceptores permitirá alcançar uma distância até agora apenas do domínio da ficção científica. Atualmente, os raios laser têm capacidade para alcançar a Lua – ou seja, uma distância entre os 356.400 e os 406.700 quilómetros. Mas o novo sistema permitirá alcançar Marte (entre os 57,2 milhões e os 100 milhões de quilómetros) e mesmo Júpiter (entre 628,743 milhões e os 928,091 milhões de quilómetros).

Com este sistema, os satélites e naves espaciais passam a poder comunicar um volume quase infinito de informação e dados. Atualmente, os engenhos colocados pelo homem no espaço utilizam ondas rádio para transmissão de dados a frequências muito mais altas do que as utilizadas por operadores na terra que permitem a transmissão de centenas de megabytes por segundo. Com a utilização dos raios laser, a capacidade de transmissão vai melhorar consideravelmente, passando para gigabytes por segundo e utilizando um meio de transmissão – comprimentos de onda ópticos – que não estão sobrecarregados nem são regulamentados.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *