Notícias, Segurança

Penas mais pesadas para os piratas informáticos!


Os legisladores da União Europeia concordaram na passada Quinta-Feira em haver mais “mão pesada” para os piratas informáticos.

Deste modo quem realizar ataques cibernéticos contra os Países membros da União Europeia, irá enfrentar consequências mais duras nos próximos anos.

Como parte das novas regras os piratas informáticos poderão contar com pelo menos dois anos na prisão, caso acedam ilegalmente a sistemas de informação ou tentem infectar os mesmos com vírus através do envio de emails contendo links maliciosos e anexos que poderão destruir toda a informação existente no sistema.

Caso procedam a ataques contra infra-estruturas como centrais de energia, empresas de transportes ou redes do governo, então poderão contar com a pena máxima que será fixada em cinco anos ou mais. Pena esta que é superior á pena existente na maioria dos Estados Membros da União Europeia.

No Parlamento Europeu, votaram 541-91, com nove abstenções sobre esta proposta de penas mais pesadas, para quem comete crimes informáticos. No entanto a Dinamarca decidiu por sair destas regras, querendo manter o seu próprio sistema tal como se encontra actualmente.
Os governos da União Europeia têm agora dois anos para assinar o acordado e com isto os piratas informáticos vêem a sua vida a andar para trás.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *