Notícias

Mark Zuckerberg quer dar internet ao Mundo inteiro



Mark Zuckerberg, CEO do Facebook anunciou a formação do grupo Internet.org, trata-se de uma corporação com o objectivo específico de ajudar a tornar a internet disponível para o Mundo inteiro. É uma parceria no qual estão envolvidas várias empresas tecnológicas tais como: Facebook, Ericsson, Nokia, Qualcomm, Samsung entre outros membros.

Todos eles abraçam este projecto com positivismo e vão unir as suas forças a uma série de iniciativas que terão como objectivo trazer conectividade a dois terços do globo que actualmente não tem acesso á internet.

De acordo com o comunicado de imprensa em que foi anunciando esta iniciativa, o Internet.org está se concentrando em três desafios específicos. Acessibilidade, para a qual os fundadores irão desenvolver meios mais baratos de acesso, incluindo smartphones; Eficiência de dados, no qual vão se concentrar na compressão e outras técnicas que permitirão que os serviços utilizem menos largura de banda; e o Acesso á internet em si. Para este último, os membros do Internet.org têm em vista desenvolvimento de modelos de negócios que irão incentivar as empresas de todos os tipos para que estas possam fornecer acesso á internet mais barato e mais abundante em algumas regiões específicas.

Os mercados tecnológicos que se encontram em desenvolvimento têm sido uma área de concentração intensa nos últimos anos. Como os serviços de internet e até mesmo a utilização de dispositivos, já se encontra num ponto de saturação em alguns países, nada melhor que tentar a expansão para outras regiões do Mundo onde factores sociais, económicos e outros têm sido verdadeiros bloqueios ao desenvolvimento tecnológico. Deste modo não só as empresas lucram como as pessoas passam a ter acesso á internet.

Em conexão com o lançamento, Zuckerberg postou uma declaração da missão da Internet.org que define alguns objectivos iniciais, abordagens e esta iniciativa pretende enquadrar as suas ambições como uma questão de direitos humanos, ao invés de preocupações de negócios. “Estou concentrado nisto porque acredito que é um dos maiores desafios da nossa geração” escreveu Zuckerberg.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *