Notícias

Mulher australiana pagou 1.500 dólares por duas maçãs (ao invés de iPhones)



Não dá para acreditar, mas é mesmo verdade, uma mulher de 21 anos, residente em Brisbane, Austrália queria comprar 2 iPhones, mas recebeu duas maçãs comestíveis no lugar dos referidos iPhones.

A burla começou quando a mulher colocou um anúncio na versão australiana do site Gumtree, a anunciar que queria comprar dois iPhones, o que levou a que a mesma recebesse uma chamada a dizer que tinham “duas maçãs” para venda.

O preço de US $1.500 foi devidamente acordado e a troca ocorreu na loja do McDonald, uma das lojas existentes nas proximidades, onde duas caixas novas de iPhone foram entregues em troca do dinheiro.

E, como você pode imaginar, ela negligenciou a verificação do conteúdo das duas caixas que continham as ditas maçãs.

Mas a história não fica por aqui. Apesar do prejuízo por parte desta mulher, existem comentários online que são tudo, menos simpática face á situação desta mulher, no qual dizem coisas tais como:

• “Eu não conheço ninguém que iria entregar mais de US $ 1500 até um estranho sem verificar o item.”

• “Além disso, você pode comprar um novo iPhone5 da marca por US $ 700. Portanto, se esta é uma história verdadeira, então me desculpe, mas ela mereceu! “

• “E ela foi à polícia? Sério, eu ficaria com vergonha de ir à polícia se eu tivesse sido tão estúpido. “

Pessoalmente tendo a concordar em alguns pontos, talvez a mulher devesse verificar de facto as embalagens antes de efectuar o pagamento, mas ao mesmo tempo sinto pena pela sua perda, afinal foi enganada!
E você o que acha?


2 comentários em Mulher australiana pagou 1.500 dólares por duas maçãs (ao invés de iPhones)

  1. Ela foi vítima de um golpe assim como muitos o são. Há pessoas que simplesmente não sabem lidar com a malícia.
    No entanto, apesar desta “inocência” (se é que se pode definir assim), a vida parece que não lhe aplicou muitos golpes. Afinal, ela tinha à disposição dinheiro para comprar dois iphones, sem pestanejar. Quem sabe ela se deixou levar por esta ilusão simplesmente porque não estava acostumada a este tipo de situação?

    • Rui Oliveira

      Paulo

      Infelizmente nem todas as pessoas nasceram ou tiveram acesso fácil às novas tecnologias de informação. E no fundo quem entra neste mundo e na complexidade daquilo que conhecemos como “internet” fica surpreendido com todas as coisas boas que ele nos traz (afinal tudo é novo e bonito e com muitas cores). Este mundo que oferece a possibilidade de falarmos com os nossos amigos, jogar com eles e fazer negócios de maneira remota, traz um sentido de segurança às pessoas mais inexperientes.

      Contudo a internet foi concebida por humanos e para humanos. Isto significa que reflecte estados de alma, e boas ou más atitudes das pessoas. Enquanto uma pessoa normal aproveita a internet para expandir os seus conhecimentos e interagir com outros para (por exemplo) fazer novas amizades, outros utilizam a mesma para expandir burlas que já realizavam na vida real. E como tudo na vida existem pessoas mais desconfiadas e outras mais crédulas. Eu vejo este caso como já percebeste com um conjugar de duas situações a segurança de comprar na internet e a excessiva credibilidade por parte da pessoa. Se isto iria acontecer se em vez de o anuncio se realizar num site fosse num jornal qualquer, bem talvez sim talvez não … é difícil de compreender a mente humana.

      Uma coisa é verdade, as pessoas precisam de ser mais educadas de modo a saberem pesar os benifícios e os prejuízos de acederem à internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *