Sustentabilidade

Maneiras de tornar a sua casa SUSTENTÁVEL – Construção



Se vamos falar de sustentabilidade em casa o melhor é começar mesmo pelo início: a sua CONSTRUÇÃO!

Tenho excelentes notícias para quem pensa que construir casas sustentáveis é uma modernice e como tal sai caro, saiba que… está ERRADO! Na realidade pode ser exactamente o contrário conseguindo poupanças que podem chegar aos 80% em relação à construção de uma casa dita comum. Espantado? então fique connosco e saiba como.

Fazer aquela vivenda que sempre sonhou pode ser mais real do que nunca, precisa para isso saber algumas coisas:

– Que existem materiais de construção naturais que pelo facto de o serem permitem um custo baixíssimo;

– Que os materiais de construção naturais permitem construções anti-sísmicas, de grande durabilidade, naturalmente isoladas de frio e calor, não são nocivas à saúde;

– Que estes materiais estão ao nosso redor e normalmente não requerem transformação industrial;

– Que as casas são construídas em tempo recorde (dependendo da casa naturalmente, pode construir-se em 1 a 2 semanas);

– Que há empresas que se dedicam à construção destas casas e que têm arquitectos e engenheiros especializados nestes materiais;

– Que existem em Portugal. 

 

Conheça alguns materiais de construção sustentáveis:

ID-10022172

Bambu

Altamente sustentável por ser abundante e renovável. Pode ser colhido anualmente, sem prejuízos à natureza devido ao seu rápido crescimento. Fácil de instalar e grande durabilidade.

O piso de bambu é uma excelente opção de revestimento para quem exige não só durabilidade e muita resistência como também beleza. Manutenção mínima: basta limpá-lo com um pano hú mido e dispensa o uso de cera.

 

Tinta Mineral Natural

Ou Tinta Mineral Ecológica -É  durável, lavável, não descasca (com a humidade) e ainda ajuda na manutenção de humidade relativa do ar e troca de calor. Não agride o meio ambiente, não possui nenhum tipo de Composto Orgânico Volátil (COVs – tido como um perigoso poluente), nem biocidas, estabilizantes ou corantes. São vendidas em embalagens reutilizáveis ou recicláveis.

 

Madeira Plástica

Uma opção inteligente para o uso da madeiras no exterior (decks e outros). Altamente resistente à corrosão de intempéries, imune a pragas, térmitas, insectos e roedores. A aparência lembra muito a madeira comum, no entanto é feita de diversos tipos de plásticos reciclados e resíduos vegetais de agro-indústrias. Não empena, não racha e não solta farpas, como a madeira comum. Além disso, não absorve humidade e, portanto, não cria fungos nem mofo. Também não precisa de pintura ou qualquer outra manutenção.

Pode ser usado ainda em revestimentos de fachadas e paredes, objectos de uso diário e decoração, como mesas, bancos, lixeiras, entre outras coisas.

 

Superadobe

É uma excelente alternativa para projectos arquitetónicos modernos e diferenciados, inclusive sendo prático na construção de paredes curvas ou com formatos não convencionais.

Produzido através de terra argilosa, esse material é extremamente resistente, suportando qualquer tipo de intempérie, já tendo sido, inclusive, comprovada como segura em casos de terremoto. É um isolante natural, ou seja, é naturalmente térmico, mantendo a temperatura interna confortável, resultando em economia com aquecimento ou refrigeração. O processo de construção usando o superadobe é bastante simples e a construção toda pode ser feita em tempo recorde.

 

ID-10068849

Telhado verde

Consiste numa excelente opção paisagística e ecologicamente correta em áreas urbanas, cada vez menos arborizadas. Qualquer casa ou edifício poderá ter um telhado verde transformando o telhado num ambiente agradável, auxilia também a diminuir o problema de enchentes e do aquecimento global. Promove melhoria significativa da qualidade do ar e funciona muito bem como isolante térmico, gerando economia em energia eléctrica.

Estas são apenas algumas opções mas o suficiente para começar em grande e em VERDE.

Imagens cortesia de freedigitalphotos


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *