Imagem & som, Jogos

Valve anuncia SteamOS, uma nova plataforma Linux para jogar na sua TV



A Valve, a popular criadora de alguns dos jogos mais cobiçados no mercado de PC, anunciou o SteamOS . Esta novidade é mais um sinal da formalização do projecto de hardware e software que pretende trazer os seus jogos de PC para a sala de estar. A “Steambox” (como vulgarmente tem sido denominada nos media) que tem suscitado bastante interesse ao longo dos últimos anos. Mas agora, a estratégia começa a ser mais clara.

Segundo a empresa, o novo sistema vai funcionar em “qualquer dispositivo de sala de estar”, e vai possibilitar realiza “stream” de jogos directamente do seu Mac e PC, bem como oferecer a funcionalidade de reprodução de formatos multimédia. O sistema operativo/operacional parece ter múltiplas aplicabilidades, actuando tanto como um sistema operacional para máquinas situadas na mesma divisão do televisor, e ao mesmo tempo oferece a capacidade de transmissão a partir de computadores fora da sala de estar.

“Basta ligar o seu computador existente e executar o Steam como sempre na sua máquina SteamOS e pode transmitir os jogos ao longo da sua rede directamente para a sua televisão”, refere a página oficial do anúncio. O sistema operacional é gratuito e construído em Linux, e estará disponível “em breve”. A Valve anunciou ainda que:

“Alcançámos melhorias significativas de desempenho no processamento gráfico, e agora estamos a nos focar no desempenho de áudio e redução de latência de entrada ao nível do sistema operacional. Os programadores/desenvolvedores de jogos já estão a aproveitar esses ganhos e a escolher suportar o SteamOS nos seus novos lançamentos.”

img_steamos_02

Este novo sistema operacional, faz parte de um projecto (SteamBox) destinado a competir com as consolas de jogos tradicionais, e aparentemente na forma que está a ser apresentado, baseia-se em alguns conceitos do modo “Big Picture” do Steam (embora isto que não quer dizer que o serviço seja substituído). A Valve lista especificamente quatro novos recursos como os grandes pilares da SteamOS: transmissão de conteúdos em sua casa, partilha de conteúdos entre família, música / TV / cinema, e controlo de opções familiares (eventualmente controlo parental) de modo a ajustar os conteúdos a cada elemento da família.

Uma novidade interessante no campo da multimédia, é o facto da Valve referir está a trabalhar alguns dos serviços multimédia “cloud” mais conhecidos. Será que vamos ver no futuro suporte do SteamOS para o Netflix, Hulu ou Spotify? O tempo o dirá com certeza. De qualquer forma, a entrada da Valve nos sistemas operativos promete e ainda não esgotámos todos os anúncios que esta semana a empresa tem para nós. Ao que tudo indica o próximo será amanhã (quarta-feira). Vamos assim que possível informá-lo desta nova etapa da produtora de jogos.

Fonte: SteamOS


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *