Imagem & som

Google vai descontinuar a Google TV em favor de uma Android TV



A Google está a se preparar para terminar a Google TV tal como a conhecemos. Embora o gigante americano esteja a querer se livrar da marca de forma bastante discreta, ao que novos dados levam a concluir, vai continuar a manter todas as suas funções através do Android. Estará para breve o anúncio de uma “Android TV” ajustada às televisões?

Três anos após o lançamento da primeira geração de “Smart TV’s” Google TV, a Google vai deixar de usar esta designação e realinhar os seus esforços para as Smart TV de modo a aproximá-los do Android. A decisão é em parte uma admissão que a Google TV não teve a receptividade por parte da indústria que a Google esperava. O gigante no entanto ainda tem a esperança de que de alguma forma, o Android acabará por encontrar o seu lugar na sala de estar.

Por outro lado, a Google aparentemente não está ainda pronta para anunciar a mudança de estratégia. Mas algumas fugas de informação de parceiros apenas confirmam esta sua intenção. Um executivo de uma fabricante de dispositivos electrónicos de consumo que tem vindo a produzir dispositivos Google TV confirmou o rebranding em uma conversa recente com o site GigaOM, referindo que: “Eles estão a referi-se (à plataforma) como Android TV“. Outro indicativo da morte anunciada da Google TV, é o facto de os parceiros da plataforma terem deixado de usar a marca.

Por exemplo, a Sony lançou um novo adaptador Smart TV designado como Bravia TV no mês passado. O dispositivo é baseado na versão mais recente do Google TV, mas o anúncio da Sony não mencionou o nome uma única vez. Jamie Marsh, responsável pela área de marketing para TV’s da Sony Electronics, referiu aliás que o dispositivo “traz todo o poder dos serviços Google para a TV. ”

img_google_tv_android_tv_02

A Sony não é a única com esta narrativa de comunicação. O fabricante de chipsets STMicroelectronics sediado em Genebra (Suíça), anunciou no ​​mês passado o suporte para produtos do Google TV. Contudo a empresa também se absteve de utilizar a marca no seu anúncio. Em seu lugar a STMicroelectronics referiu-se ao seu novo software de desenvolvimento (SDK) como um ambiente que “permite o desenvolvimento de dispositivos Android compatíveis e suporta os mais recentes serviços da Google para a TV”. Finalmente a LG mostrou recentemente alguns novos dispositivos na feira IBC que decorreu em Amesterdão (Holanda) e utilizou a mesma terminologia. As televisões apresentadas pela Sul-Coreana foram descritas como dispositivos Android com acesso “aos últimos serviços da Google para a TV”.

É um pouco curioso o jogo de palavras que os anteriores fabricantes utilizam dado que não se referem concretamente à Google TV, mas incluem ambas as palavras na mesma frase. Não nos parece também inocente o facto deste três fabricantes anteriores usarem o mesmo jogo de palavras (Google para TV). Trata-se sim de uma estratégia concertada com a Google, de modo a usarem palavras idênticas de modo a esconder uma estratégia de mudança na plataforma para Smart TV’s. Se o nome final vai ser Android TV ou qualquer outro nome apenas a Google pode desvendar o mistério. De qualquer das formas, a Google já promete estar nas nossas salas brevemente através do magnífico Chromecast.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *