Mobile

HTC One Max é oficialmente anunciado com ecrã/tela de 5.9 polegadas e sensor de impressão digital



Depois de semanas de rumores e especulação em redor da HTC, o fabricante de smartphones sediado em Taiwan anunciou o novo HTC One Max. O HTC One Max possui algumas das especificações que foram confirmados em anteriores fugas de informação e incluem um display de 5.9 polegadas, com resolução full HD 1080p assim como o Android 4.3 com o skin HTC Sense 5.5.

Alguns dos rumores que chegaram à imprensa relativamente ao HTC One Max que davam conta da inclusão no mesmo de um sensor de impressão digital seguindo as pisadas do iPhone 5s. O anúncio oficial da HTC confirmou que de facto existe um sensor que está embutido na parte traseira do dispositivo (situado abaixo da câmara) que suporta a digitalização de impressões digitais. O recurso de digitalização de impressões digitais permite que os utilizadores/usuários possam bloquear ou desbloquear o dispositivo usando o seu dedo. O scanner de impressão digital também permite que sejam executadas até três dos seus aplicativos favoritos através da associação de um dedo individualmente a cada um desses apps (utilizando um mecanismo de assinatura digital).

img_htc_one_max_03

Mas existem mais novidades interessantes em relação ao smartphone da HTC. Em primeiro lugar merece uma menção especial o generoso ecrã LCD de 5.9 polegadas 1080p. O HTC One Max inclui no seu interior, um potente chipset Qualcomm Snapdragon 600 que opera a 1,7 GHz (quad-core). De salientar ainda a inclusão de um conjunto de altifalantes mais potentes que integram um sistema de som que a HTC denomina de BoomSound. Ao que tudo indica a HTC optou por substituir marca Beats da sua linha de Smartphones.

Este modelo vai estar disponível numa versão em 16 GB ou 32 GB de espaço de armazenamento integrado. O Armazenamento vai ser expansível via microSD slots e compradores deste smartphone vão teracesso a 50 GB de armazenamento online gratuito via Google Drive (por um tempo limitado de 2 anos). A autonomia deste smartphone depende de uma generosa bateria interna de 3300 mAh. Mas caso a autonomia de origem não seja suficiente, pode optar por uma capa da HTC denominada Power Flip que inclui uma bateria de 1.150 mAh que permite expandir a sua autonomia em quase 50%. O smartphone tem uma câmera frontal de 2.1 megapixeis capaz de gravar vídeo e capturar fotos numa resolução Full HD e uma câmera traseira UltraPixel (semelhante ao HTC One).

O telefone inclui de fábrica o Android 4.3 com o HTC Sense 5.5 e conta com 2 GB de RAM. O smartphone será oferecido numa tonalidade de cor prateada e começará a ser disponibilizado a nível mundial em meados de Outubro. O lançamento vai continuar até o fim de Outubro, com data de lançamento específicas ainda por anunciar, por essa razão não existe para já qualquer confirmação “se e quando” vai chegar a Portugal ou Brasil. O preço é também desconhecido neste momento .


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *