Notícias, Segurança

NSA pirateou dados de 180 milhões do Google e Yahoo!


A Agência de Segurança norte-americana (NSA) pirateou ilegalmente dados de 180 milhões de usuários do Google e do Yahoo!. A notícia é avançada pelo jornal Washington Post e revela que o ataque pirata dos Estados Unidos se prolongou por 30 dias e permitiu a recolha de dados de pessoas à escala global.

O roubo de dados terá sido feito sem o consentimento das duas empresas. A informação surge na sequência de documentação fornecida pelo antigo analista da NSA Edward Snowden – agora a viver exilado na Rússia – e confirmada por outras fontes.

De acordo com a notícia, a NSA conseguiu aceder às bases de dados da Google e da Yahoo! e roubar metadados de 180 milhões de utilizadores. Entre a informação recolhida pelos espiões norte-americanos estão os adereços de quem envia e recebe as mensagens, bem como o conteúdo em texto, áudio e vídeo. O Washington Post avança que o ataque foi feito através de uma ferramenta desenvolvida para o efeito. A ferramenta recebeu o nome de código Muscular e operava em conjunto com os serviços secretos britânicos.

Tanto a Google como a Yahoo! afirmam desconhecer este ataque aos seus servidores. A NSA terá conseguido construir um bypass que permitiu que durante um mês as mensagens de 180 milhões de usuários passassem pelos servidores dos serviços secretos.

O ataque agora conhecido é diferente do famoso Prisma, o programa legal que a NSA terá utilizado com o conhecimento das empresas para registrar dados de usuários. Um programa que as duas empresas – bem como outros gigantes da net – repudiaram.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *