zeinal bava Negócios

Operadora que resulta da fusão da PT e da Oi pode avançar para a compra da Tim



A CorpCo pode avançar para a compra da TIM, ganhando assim expressão no mercado celular no Brasil. O gigante de telecomunicações que nascerá com a fusão anunciada esta semana da fusão entre a portuguesa PT e a brasileira Oi estará já a preparar o passo lógico com a compra da TIM Brasil que a tornará no mais importante player de telecomunicações no Brasil.

De acordo com analistas citados pela imprensa portuguesa, a compra da TIM Brasil pela nova empresa “faz todo o sentido”. A CorpCo – que continuará a atuar com as marcas Oi e PT no Brasil e em Portugal, respetivamente – ganharia assim dimensão no mercado celular brasileiro. A Oi é a maior operadora de rede fixa no Brasi com 43 por cento de quota de mercado mas é apenas a quarta no mercado celular. Com a aquisição da TIM tornar-se-ia também aqui no maior operador brasileiro.

Em entrevista à Bloomberg TV, Zeinal Bava – o CEO da PT e da OI e futuro número 1 da CorpCo – afirma a lógica do processo de fusão agora anunciado, sublinhando que “a PT traz liderança e inovação tecnológica e a Oi escala no mercado brasileiro (…). Portugal precisa de cortar custos e o Brasil de aumentar a produtividade e não pode fazer isso sem o apoio da tecnologia”.

Zeinal Bava sublinha que o objetivo da CorpCo é o mercado residencial e assumir-se como um operador 4P (TV paga, internet, telefone fixo e móvel) e garante a vontade de crescimento do novo operador, que manterá como focos os mercados brasileiro e português. A empresa tem já 100 milhões de clientes e um mercado potencial de 260 milhões, o que “significa que podemos continuar a crescer nestes mercados estratégicos”.

Para isso, o primeiro passo pode ser dado com a compra da TIM Brasil, que permitirá um ganho imediato de escala, principalmente no mercado celular, que tornará a nova empresa resultante da Oi e da PT num dos maiores operadores de telecomunicações a nível mundial.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *