Wristify: a pulseira que é capaz de aquecer ou arrefecer o corpo humano Futuro hoje

Wristify: a pulseira que é capaz de aquecer ou arrefecer o corpo humano



Quatro estudantes de engenharia alunos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) inventaram uma pulseira que consegue alterar a temperatura do corpo humano. A pulseira termoelétrica – Wristify – analisa a temperatura do ar e da pele, e envia pulsos adaptados de ondas quentes ou frias para o pulso de forma a aquecer ou arrefecer o corpo humano, mantendo assim o conforto térmico.

O dispositivo funciona através de um dissipador de calor à base de ligas de cobre colocado no pulso. A pulseira mede automaticamente a temperatura do corpo e do ambiente e faz ajustes para manter o nível de temperatura corporal previamente definido. A Wristify, que ainda está em fase de protótipo é capaz de funcionar por oito horas, graças a uma bateria de polímero de lítio.

Embora as pessoas possam utilizar a pulseira para manter o seu conforto pessoal, a ideia subjacente a esta invenção é a redução do consumo de energia nos edificios, conseguindo dessa forma ganhos ambientais e, sem dúvida, uma poupança dos encargos financeiros.

Wristify

Conseguindo controlar a temperatura do corpo é possivel reduzir a utilização de sistemas de aquecimento ou arrefecimento (ar condicionado, por exemplo) e, dessa forma, diminuir o consumo de energia.

“Agora, os edifícios gastam uma quantidade incrível de energia apenas no arrefecimento ou aquecimento. Só nos Estados Unidos, isto representa 16,5 por cento de todo o consumo energético do país. Queríamos reduzir este valor e manter o conforto térmico individual” – afirma Sam Shames, um cientista dos materiais e engenheiro sénior que é um dos inventores da tecnologia Wristify. “Descobrimos que a melhor forma de o fazer é através do controlo da temperatura do corpo”.

Via: MIT news


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *