iFixit dá nota 8 em 10 ao Nexus 5 na facilidade de desmontar

iFixit Nexus 5

Para quem não conhece, iFixit é um site especializado em desmontar smartphones e tablets, e no final de cada “teardown” atribuem uma classificação entre 1 e 10, e depois de vários smartphones topo de gama terem nos últimos tempos recebido notas menos positivas, o Nexus 5 conseguiu arrecadar uma fantástica classificação de 8 valores.

Estes já famosos vídeos (iFixit Teardown) trazem a possibilidade de os utilizadores comuns poderem ver de facto muitas das peças de hardware que tanto falamos, e muitas vezes também possibilita a que tenham uma melhor ideia de como desmontar o seu smartphone para possíveis arranjos.

O Nexus 5 conseguiu a excelente marca de 8 valores, sendo apenas superado por outros dois equipamentos da Motorola (Droid Bionic e o Atrix 4G). Segundo a equipa do iFixit, o Nexus 5 é extremamente reparável devido à aposta da LG numa construção modular, o que facilita bastante a trocar e identificação de componentes.

Outro dos factores que se revelou bastante importante durante este teste foram os métodos de montagem bastante simplificados, utilização de clipes de plástico, parafusos Phillips vulgares e também algumas utilizações de adesivos. Todos estes factores influenciaram bastante todo o processo, pois excluem de imediato a necessidade de utilizar qualquer ferramenta ou técnica especializada para desmontar o equipamento.

O grande ponto negativo durante este teste foi com um dos componentes mais sensíveis do Nexus 5 – o ecrã – pois está colado ao vidro externo, tornando impossível de o substituir sem trocar toda a sua cobertura. Todo este processo torna-se extremamente dispendioso em caso de acidente, por isso o mais aconselhado será mesmo a utilização de uma boa capa para evitar qualquer desgosto.

Artigo anteriorPróximo artigo
frequentou a licenciatura de Desporto em Setúbal e actualmente reside em Londres. Apaixonado por novas tecnologias e fã do "pequeno" Android desde 2009. Fundador e autor do blog Androidblog.pt, criado em 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.