Lenovo Motorola Samsung Apple Notícias

Lenovo vai tentar ultrapassar a Apple e a Samsung


A Lenovo tem andado nas bocas do mundo durante os últimos tempos e, sem dúvida, a aquisição da Motorola por aproximadamente 2,91 milhões de dólares foi o ponto alto da semana.

O CEO da Lenovo, Yuanqing Yang, falou sobre este negócio com a Fortune Magazine e revelou alguns dos seus planos para tornar a Lenovo mais competitiva no mercado dos smartphones, explicando um pouco sobre o papel a desenvolver pela Motorola.

A Lenovo já estaria interessada em adquirir a Motorola em 2011, logo após da sua divisão em duas empresas. O CEO da Lenovo e o da Google discutiram até a possibilidade da Lenovo ficar responsável pela vertente de hardware da Motorola quando esta foi adquirida pela Google em 2012.

A entrevista dada por Yang veio revelar também um dos maiores interesses desta aquisição, conseguir mais visibilidade e acesso aos mercados ocidentais.

No mercado chinês a Lenovo já é uma das grandes fabricantes, mas o foco da empresa em produtos de baixa gama tem impedido a sua entrada em força em mercados como o dos Estados Unidos. Através da aquisição da Motorola, a Lenovo poderá utilizar a força da marca para conseguir finalmente entrar, com produtos de média e alta gama, na grande maioria dos mercados ocidentais.

“Iremos utilizar a marca Motorola nos Estados Unidos e América Latina tal como utilizámos a marca ThinkPad no mercado de computadores. A Motorola será os nossos smartphones”, disse Yuanqing Yang.

Depois do negócio concluído, a Lenovo coloca a sua fasquia bastante alta ao colocar o seu objectivo de vendas de smartphones para 2015 nas 100 milhões de unidades. Yang afirmou ainda que a grande missão da Lenovo será conseguir ultrapassar tanto a Samsung como a Apple.

Apesar destas afirmações parecerem um pouco arrojadas ou até mesmo irrealistas, não nos podemos esquecer que a Lenovo finalizou o ano de 2013 no top 5 da lista de fabricantes de smartphones.

Lenovo

Analisando os números, podemos ver que a Lenovo praticamente conseguiu duplicar a sua venda de smartphones entre 2012 e 2013. Revelou-se ainda como a fabricante que mais cresceu durante esse período de tempo dentro do top 5. Caso esta tendência se mantenha, a Lenovo poderá mesmo conseguir chegar perto das 100 milhões de unidades vendidas ainda durante 2014.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *