Ciência, Tecnologia

Nano-chip promete detectar o câncer em fase precoce


Equipe internacional de investigadores sob o comando do ICFO – Instituto de Ciências Fotônicas de Castelldefels (Barcelona) acaba de anunciar a criação de um nano-chip capaz de diagnosticar doenças cancerígenas ainda em fase precoce. Romain Quidant, coordenador do projeto, explica que a nova tecnologia é uma plataforma capaz de detectar vestígios de proteínas cancerígenas no sangue através dos últimos avanços em plasmónica, microfluídos, nanofabricação e química de superfícies.

Segundo Quidant, graças a este avanço, torna-se possível “detectar concentrações extremamente baixas desses vestígios numa questão de minutos, o que faz deste dispositivo uma ferramenta de última geração, ultrassensível e poderoso que melhorará a deteção precoce e o tratamento do cancro”.

Esta descoberta integra a tecnologia “lab-on-a-chip“, um dispositivo com poucos centímetros quadrados que aloja vários sensores distribuídos por microcanais de fluídos.

Graças a receptores de anticorpos implantados quimicamente na superfície do chip, as proteínas cancerígenas que circulam no sangue são detectadas. Deste modo, as modificações no chip causadas pelo sangue são identificadas, o que permite avaliar o risco de um paciente desenvolver algum tipo de câncer.

Fonte: Agência Lusa


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *