Software

Confira todas as novidades do Android L, a nova versão do sistema do Google


Durante o Google I/O 2014 a empresa responsável pelo sistema do robozinho verde lançou a nova versão de seu software para dispositivos móveis: o Android L. A nova versão do sistema trouxe verdadeiras mudanças no design e apresentou diversos novos recursos, visando a integração de diversas plataformas.

O Android L adotou um visual “chapado” com poucas texturas, porém veio carregado de belos efeitos de transição e animações. O novo conceito foi batizado pelo Google de “Material Desgin”, que promete deixar o sistema mais imersivo entregando uma experiência única para o usuário, abusando dos efeitos de profundidade dos pixels.

Uma nova paleta de cores foi disponibilizada pelo Google, facilitando o trabalho dos desenvolvedores para adaptarem seus aplicativos aos mais diversos tamanhos de telas/ecrãs utilizados pelos dispositivos Android. Tudo isso para unificar a aparência geral dos aplicativos da plataforma.

O visual dos cartões do Google Now está espalhado por todo o sistema, permitindo a consulta de informações e interação com o sistema de maneira muito mais rápida e intuitiva.

Outra grande novidade do Material Design é a capacidade de o sistema rodar toda a enorme gama de animações em 60 quadros por segundo, algo que seria impossível em 2013, segundo o Google, o que deixa as transições ainda mais suaves e rápidas, representando uma grande diferença para o usuário final.

O redesenho da interface também foi pensado para envolver ainda mais o usuário, dando uma sensação de melhor aproveitamento da tela/ecrã do aparelho. Tal novidade pode ser vista na comparação entre as imagens no Gmail na versão atual e no Android L. Os tradicionais botões virtuais do sistema também foram reformulados. Confira:

Desbloqueio pessoal e Recurso Flutuante

O recurso chamado de “Desbloqueio Pessoal” permitirá que o dispositivo reconheça o usuário antes mesmo de a tela ser desbloqueada. Isso ocorrerá através do reconhecimento de um smartwatch, por exemplo. O objetivo é oferecer mais recursos de segurança para o usuário.

Já o chamado “Recurso Flutuante” cria a verdadeira multitarefa na versão padrão Android, permitindo o uso de várias janelas. Tal recurso já está presente em versões modificadas do Android, como em alguns  aparelhos da linha Galaxy e Galaxy Tab da Samsung. A nova função multitarefa é a verdadeira aposta do sistema, tornado a experiência de uso muito mais produtiva.

Barra de Notificações e Discador

O Google também tratou de redesenhar a barra de notificações do sistema, incluindo cartões no estilo Google Now, permitindo o rápido acesso ao conteúdo mostrado em mencionada tela. A nova interface é mais intuitiva e ocupa menos espaço na tela do dispositivo.

O discador também recebeu uma boa atenção do Google, e agora no Android L ele permite uma transição mais rápida entre a tela de discagem e os contatos.

Otimização do consumo de bateria

Tantas novidades poderiam deixar o usuário preocupado quanto a vida útil da bateria, mas isso também foi pensado pelo Google, que tratou de incluir de forma integrada ao Android L o Project Volta, que aprimora como subsistemas lidam com o consumo de energia do aparelho, e ainda incluiram a ferramenta de medição Battery Historian, que apresenta relatórios detalhadas de como a energia da bateria está sendo gerenciada.

O melhor Android de todos os tempos

Nunca o Google apresentou tantas novidades em um lançamento do Android. São mudanças que passam pela interface do sistema, pelo gerenciamento de energia e modo de processamento. Agora o Android adotou a máquina virtual ART, que é responsável por executar os aplicativos com maior rapidez, aumentando a performance do sistema como um todo. O suporte nativo a processadores com arquitetura de 64-bits agora está totalmente incorporado ao sistema.

O principal foi a mudança de filosofia da empresa, que não se limitou a apresentar algumas novidades, mas de redesenhar todo o sistema pensando no usuário final.

Algumas mudanças são implementadas através do Google Play Services, um serviço que roda em todos os aparelhos Android e que é atualizado pela Play Store, sem a necessidade de atualização da versão do Android em si. Segundo o Google, isso permitirá que usuários atuais possam aproveitar alguns dos benefícios apresentados com o Android L antes mesmo de ter o mencionado sistema rodando em seus aparelhos.

Diferentemente das outras versões, o Android L não será disponibilizado de imediato para o usuário final, pois passará por um período de desenvolvimento antes de sua liberação, que deve ocorrer entre os meses de setembro e outubro deste ano. O número da versão e o nome oficial não foram revelados, mas ao que tudo indica trata-se mesmo da verão 5.0 Lollipop ou Liquorice.

Via Google I/O


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *