Instagram_Rainbow_Banner Redes sociais

Instagram faz desaparecer milhões de perfis falsos



Uma das constantes batalhas das redes sociais é a luta contra os perfis falsos criados muitas vezes para realizar spam ou fazer aumentar o número de seguidores de celebridades ou marcas, o que provoca uma grande inflação nos custos que estes passam a cobrar para realizar publicidade nos seus perfis.

Durante esta semana a equipa do Instagram realizou uma “limpeza” total de utilizadores que consideraram falsos ou spam numa acção que tem sido chamada de Instagram Rapture. Em suma, muitos milhões de utilizadores acabaram por ser eliminados causando grandes rupturas no total de seguidores que várias celebridades e marcas famosas tinham “angariado” até ao momento.

Quase em jeito de ironia, a conta que acabou por perder mais seguidores foi a conta principal do Instagram. Mais de 29% dos seus seguidores desapareceram com esta campanha que foi efectuada entre quarta e quinta-feira, sendo o equivalente a 18.9 milhões de utilizadores.

Tal como já foi referido muitas celebridades viram também o seu número de seguidores reduzido drasticamente. Por exemplo, o cantor Justin Bieber perdeu 3,5 milhões de seguidores (15%) e Kim Kardashian perdeu 1,3 milhões de seguidores (5,5%).

Instagram permitirá compartilhamento de vídeos

Actualmente, o grande problema deste tipo de perfis não é simplesmente para mostrar qual a marca ou celebridade que tem mais seguidores e definir assim a sua posição em termos de popularidade mas sim grandes quantias de dinheiro que podem ser feitas através de campanhas publicitárias. Existe ainda um grande mercado negro online para quase todas as redes sociais onde são comercializados milhares/milhões de seguidores e por exemplo no caso do Instagram, existiam em Abril sites a vender 1 milhão de seguidores por “apenas” 3,700 dólares.

“Nós estamos totalmente de acordo que é um acontecimento desconfortável para os utilizadores. Mas, o nosso principal objectivo é garantir que todas as pessoas que as estão a seguir são realmente verdadeiras.”, disse Gabe Madway, representante do Instagram.

Madway afirmou ainda que a grande maioria das contas que foram agora eliminadas já teriam sido desactivadas à bastante tempo e que apenas teriam sido agora eliminadas da base de dados da rede social.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *