girl-smartphone Mobile

Do bankline ao bankphone: as vantagens dos aplicativos bancários para dispositivos móveis



O mundo globalizado tornou-se móvel. Ou melhor: mobile. O intenso desenvolvimento dos meios portáteis de tecnologia – como smartphones, tablets e afins – vem fazendo com que as pessoas estejam, a todo instante, conectadas com outras pessoas e com os seus serviços, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Qualquer informação é obtida quase que instantaneamente, e qualquer pessoa está ao alcance de algumas teclas.

Os serviços bancários online, pioneiros em alguns desses avanços tecnológicos, não ficaram para trás. O bankline, antes exclusividade dos computadores desktop, já chegou ao mundo mobile, com aplicativos completo e com forte aparato de segurança que permitem ao cliente realizar os mais diversos tipos de operações diretamente do smartphone.

 

aplicativos bancários

Foto reprodução:securityaffairs.com

Mobilidade, praticidade e segurança

Essa é a tríade que sustenta a crescente popularidade dos aplicativos de instituições bancárias. O fato de os clientes carregarem seus smartphones consigo o tempo todo, a facilidade na realização de, por exemplo, uma transferência ou de um pagamento, aliados à segurança do sistema, são as principais causas dessa nova “onda”.

A título de exemplo, o Bradesco, um dos maiores bancos privados do país, registra mais de 15 milhões de operações bancárias realizadas por meio do celular – todos os meses.

Cada instituição bancária oferece um conjunto de serviços baseados em seus aplicativos móveis, que vão desde o básico (como consulta de saldos, extratos online, transferências, etc.) a outros módulos mais avançados – como um leitor de códigos de barras, que torna o pagamento de um boleto tão simples quanto abrir a carteira.

Acredite: é seguro. Mas tome cuidado com os aplicativos falsos

Como tudo que diz respeito a instituições bancárias e dinheiro, os aplicativos bancários possuem robustos sistemas de segurança, além de recursos que acabam intensificando a própria segurança da conta-corrente de uma maneira geral.

Muitos correntistas de diferentes instituições já se viram às voltas com o “cartão de segurança”, um cartão com uma infinidade de números que servem para confirmar operações no caixa eletrônico. Alguns bancos, hoje, utilizam uma chave de segurança eletrônica, disponível nos aplicativos, que gera um código diferente a cada determinado intervalo de tempo.

Apesar da segurança do sistema, é importante que o usuário tome cuidado com aplicativos falsos, que se fazem passar por oficiais e nada mais são do que mecanismos para captura de informações processadas no telefone ou tablet.

Assim, é importante seguir as rotinas de segurança comuns a quem utiliza a Internet móvel com frequência, como:

  • Evitar utilizar os serviços bancários em redes WiFi abertas (como em hotéis, aeroportos, rodoviárias, etc.);
  • Atentar para os selos de autenticidade do serviço (como os cadeados de segurança);
  • Evitar o download de aplicativos de fontes desconhecidas, preferindo, sempre, o download pelas lojas oficiais (Google Play Store, no Android; Apple Store e Windows Store);
  • Nunca transmitir seus dados bancários por e-mail, já que as instituições bancárias nunca irão solicitar tais dados por essa via.

Dessa forma, você poderá movimentar suas contas, realizar pagamentos, transferências e estar sempre a par da sua situação bancária diretamente pelo seu telefone, navegando de maneira segura e prática.

 

Artigo enviado com exclusividade, para o Techenet, pela equipe do site Emprestimo


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *