animais de estimação Notícias

Estudo: Animais de estimação estragam cerca de 247 mil equipamentos em Portugal



Se o cão é o melhor amigo do homem, é também o principal inimigo dos smartphones, laptops e tablets dos seus donos. Esta é uma das conclusões do último estudo da SquareTrade, divulgado hoje, que apurou que, só em Portugal, os estragos rondam os 50 milhões de euros, envolvendo a reparação de mais de 247 mil equipamentos, avariados pelas brincadeiras e travessuras dos animais.

Em toda a Europa, nos últimos cinco anos, foram danificados 8 milhões de equipamentos (smartphones, laptops e tablets). No total, foram gastos 2.2 mil milhões de euros em reparações de equipamentos avariados por animais de estimação.

No nosso país foram inquiridos 1.400 donos, dos quais 15% teve um smartphone, laptop ou tablet avariado. Os aparelhos mais danificados foram laptops (47%), smartphones (34%) e tablets (19%). Na grande maioria dos acidentes, a culpa foi do animal de estimação que roeu o equipamento (73%) sendo que, quase metade dos donos estava presente quando se deu o acidente (49%), estando mesmo alguns a usar o equipamento (29%).

“Cerca de uma em cada seis famílias em Portugal já se deparou com os efeitos de um animal de estimação travesso. Ter um smartphone, que custe em média 600 euros, como ‘brinquedo para morder’ é um preço demasiado caro a pagar, já para não falar da falta que um equipamento destes faz na nossa rotina diária”, sublinha Kevin Gillan, diretor europeu da SquareTrade, uma empresa especializada em planos de proteção de equipamentos tecnológicos, em comunicado enviado à imprensa.

Segundo o estudo, os animais estragam os equipamentos porque estavam aborrecidos por estarem sozinhos (35%), porque sentiam ciúmes e queriam para si a atenção que o dono estava a dar ao aparelho (26%) ou porque estavam zangados (7%). “Os animais sentem um leque de emoções semelhante ao dos seus donos. Podem estar felizes, mas ter igualmente momentos em que estão cansados, fatigados ou mesmo ciumentos”, explica Arden Moore, perito em animais e certificado em comportamento de cães e gatos. “Apesar de os donos se sentirem tentados a pegarem nos seus equipamentos eletrónicos quando chegam a casa, é importante darem a mesma atenção aos seus animais – ou os acidentes poderão passar a fazer parte da rotina.”

Adianta ainda o estudo que a probabilidade de acidente aumenta caso o animal tenha excesso de peso (119%), se o dono possuir um cão e um gato em simultâneo (85%), se dormir na cama do dono (38%) ou se este for macho (26%).

animais-de-estimação_PT

No conjunto de 14 países europeus inquiridos, cerca de 16 mil donos, (Áustria, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália, Noruega, Polónia, Portugal, Espanha, Suécia, Holanda, Bélgica e Reino Unido), Portugal registou uma taxa de acidentes de 15%, bastante abaixo dos 29% registados na Noruega, mas acima dos 7% registados na Bélgica e Holanda.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *