Google Play Store Notícias

Filho gastou 4.220 euros da mãe a comprar jogos na Play Store


Nick Wrinch e Penny Wrinch, um filho e uma mãe britânicos, tão comuns como qualquer outra família, foram protagonistas de um caso peculiar. Nick, o filho, usou o cartão de crédito da mãe para comprar uns jogos na Play Store, e acabou por gastar… 3.000 libras (4.220 euros).

Neste momento, alguns leitores já devem estar a pensar que o filho tem problemas graves de adições, como alcoolismo, por exemplo. Mas não. Não exatamente. Nick usou o cartão para comprar um par de jogos e pagar alguns em micro-pagamentos.

Os micro-pagamentos são aqueles complementos de um jogo que se podem conseguir mais rapidamente, ou, de forma exclusiva, pagando. Nick estava determinado a ser o melhor no “Clash of Clans” e usou esse sistema para obter melhorias na sua aldeia virtual.

Durante vários meses, o extracto de conta da mãe não foi afectado, até que, há um mês atrás, começou a receber contas de 3.000 libras. Nick justificou, dizendo que, quando carregava no botão de compra não via qualquer mudança, pelo que voltava a carregar até que aparecesse.

Penny disse ao The Guardian que tem passado um verdadeiro inferno, e que, até ao momento, a Google não forneceu qualquer solução. Os Mountain View, em parte, não são directamente responsáveis, uma vez que o sistema de pagamento de cada aplicação é da responsabilidade do mesmo. assim, é verdade que a Google deve estabelecer uma política de que todos as aplicações devessem ter um aviso imediatamente depois da compra. Talvez um botão de confirmação ou informações sobre o produto que é adquirido (momento em que ele será adicionado à sua conta), ajudando os mais jovens a não cometer estes erros.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *