Google altera anúncios móveis Mobile

Google: Alterações em anúncios móveis para reduzir cliques acidentais



Não há qualquer dúvida que a internet foi uma das melhores invenções que colocou uma infinidade de ferramentas e conhecimento ao alcance de qualquer pessoa, mas um dos maiores problemas que chegou com ela foi a enorme quantidade de publicidade que é lançada para a frente dos utilizadores. Quando se está a utilizar um smartphone toda essa publicidade torna-se ainda mais intrusiva, pois cliques acidentais acontecem muito mais facilmente quando utilizamos os nossos dedos do que o rato de um computador.

A Google está a trabalhar no melhoramento da experiência de navegação para utilizadores em dispositivos móveis, realizando alterações nos seus anúncios publicitários para que consigam reduzir o número de cliques acidentais nos anúncios.

A partir de agora, os cliques nas bordas de uma imagem irão serão bloqueados, uma vez que a grande maioria dos cliques acidentais acontecem quando um utilizador tenta deslizar a imagem para “fora do ecrã” para ter acesso ao conteúdo desejado e não ao anúncio. Quanto aos anúncios dentro de aplicações, irão ser bloqueados quaisquer cliques no logo da aplicação, evitando assim cliques acidentais quando os utilizadores tentam fechar os anúncios. Por fim, irá existir agora um atraso na possibilidade de clicar em anúncios móveis, significando que os anúncios apenas serão possíveis de receber cliques após alguns segundos, evitando cliques acidentais quando o utilizador é surpreendido com um anúncio.

Estas são certamente mudanças bastante inteligentes por parte da Google, uma vez que irá conseguir agradar a “Gregos e Troianos”, sendo que os utilizadores irão obter uma melhor e menos intrusiva experiência de utilização dos seus dispositivos móveis e os anunciantes irão conseguir obter uma estatística de cliques mais realista e uma maior taxa de conversão dos seus anúncios.

As alterações já se encontram em vigor, por isso será de esperar que se comece a notar as diferenças de imediato.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *