Hora da morte depois de 10 dias Ciência

Novo método revela hora exata da morte após 10 dias


Um novo método para calcular o tempo exato da morte, mesmo que passem 10 dias, foi desenvolvido por um grupo de investigadores da Universidade de Salzburgo.

Atualmente, não existem meios fiáveis ​​para determinar o tempo exato em que ocorreu a morte, apenas passadas 36 horas. Dados iniciais deste estudo sugerem que este método pode ser aplicado na medicina forense para estimar o tempo decorrido desde o óbito.

Ao observar como as proteínas e enzimas musculares se degradarem em porcos, os cientistas da Universidade de Salzburg desenvolveram uma nova forma de estimar o tempo pós-morte até, pelo menos, 240 horas.

Morte por overdose

Durante o decorrer do estudo, os investigadores descobriram que algumas das proteínas analisadas (por exemplo, a tropomiosina e a actinina) não mostraram qualquer forma de degradação até 240 horas. “É muito provável que todas as proteínas musculares sofram alterações detectáveis ​​em determinado espaço no tempo, e isso iria aumentar ainda mais o prazo atualmente analisado,” apontou, em comunicado de imprensa, Peter Steinbacher, líder da investigação.

O uso de tecido muscular em estudos pós-morte é uma nova abordagem que apresenta várias vantagens: em primeiro lugar, o tecido muscular é o tecido mais abundante do corpo humano e pode, portanto, ser facilmente recolhido. Em segundo lugar, as proteínas no tecido muscular são bem conhecidas. E, em terceiro lugar, este método é simples e pode fornecer resultados no espaço de um dia.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *