Arte e Cultura

MOTELx 2015 – Melhor Curta de Terror Portuguesa para Simão Cayatte


A 9ª edição do Festival Internacional de Cinema de Terror – MOTELx – atribuiu ao português Simão Cayatte, o Prémio MOV MOTELx2015.

O filme de Simão Cayatte – Miami – sobre uma adolescente obcecada pela fama, foi premiado com o Galardão de Melhor Curta de Terror Portuguesa e ficando assim seleccionado para o Méliès d’Or de Melhor Curta Metragem Europeia, competindo no Festival Sitges, em Espanha, organizado pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico.

Ao mais jovem cineasta de sempre nesta competição, João Figueira, de apenas 17 anos, o júri, constituído por Albano Jerónimo, Mike Hostench e pela argumentista Kier-la Janisse, atribuiu uma menção honrosa à curta-metragem de animação – Andlit – uma “mistura de terror e tragédia de forma pouco convencional”.

Na categoria “Contos de Terror”, Cláudia Fernandes é a vencedora, com o conto “Canção de Ninar”, integrado no livro “MOTELx – Histórias de Terror”. O júri, composto por António Torrado, António Monteiro e Rogério Ribeiro, afirma tratar-se de “uma história absolutamente negra, com um crescendo de loucura e perversidade”. O conto será assinado sob o pseudónimo Vitória F..

Junta-se ao livro, com uma Menção Especial, o brasileiro Jeziel Bueno, com o conto “Artista e as Pessoas de Olhos Negros”.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *