campanha falsa no Facebook Redes sociais

Fraude: Ray-Ban a 25 euros no Facebook? É bom demais para ser verdade


Parece bom demais para ser verdade. E é! A campanha especial da Ray-Ban que tem circulado no Facebook é falsa. Não há óculos desta marca a 25 euros e este é um esquema fraudulento que conduz os utilizadores para uma página de phishing onde são solicitados dados pessoais e, neste caso concreto, também um pagamento.

A Kaspersky Lab, que detectou a fraude, explica como ela se processa. Depois de criadas páginas a simular empresas e marcas legítimas, os usuários do Facebook são convidados a partilhar a página como condição para que tenham acesso ao desconto fantástico que afinal não existe. Esta é a melhor forma de disseminar a burla, uma vez que poucos desconfiam da recomendação que veio de um amigo. Mas quando a esmola é grande o pobre desconfia e muitos utilizadores do Facebook não acharam possível que a conhecida marca tivesse uma promoção tão agressiva. No entanto, outros terão caído na armadilha que endereçava para uma falsa página de uma loja online.

“Desta forma, além dos dados pessoais do utilizador, deitam a mão também ao dados do seu cartão bancário. Se isto lhe aconteceu, contacte de imediato o seu banco para anular o pagamento e verificar se chegaram a utilizar o cartão, para o poder cancelar o quanto antes. Se realizou o pagamento através do Paypal, utilize os mecanismos de proteção ao cliente disponibilizados por este estema de pagamento”, afirma a empresa de segurança online em comunicado..

A Kaspersky Lab recomenda 4 passos para não cair nestas armadilhas:

1. Seja cauteloso. Desconfie sempre de promoções e concursos.
2. Se vi ruma promoção numa rede social e quiser participar, pergunte na página oficial da empresa ou marca no Facebook ou Twitter se a promoção é legítima.
3. Preste atenção às urls dos sites para os quais a promoção o direciona.
4. Muita atenção também aos emails. Verifique remetentes e erros de ortografia. Se contiverem um ficheiro anexo, pense bem antes de o abrir ou descarregar – é provável que seja malware.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *