Tecnologia

Samsung nega que suas TVs utilizem o Motion Light para enganar testes de consumo


Recentemente surgiu a notícia de que os televisores fabricados pela Samsung adotariam um gerenciamento de software capaz de reduzir o consumo de energia quando o aparelho fosse submetido a testes de classificação energética, de modo a registrar (registar) um consumo menor do que o que realmente seria consumido em um uso normal.

Diante da repercussão do caso a Samsung divulgou nota à imprensa onde nega qualquer manipulação do gênero, salientando que o recurso que reduz o consumo de energia chamado de Motion Light é projetado para reduzir a luminosidade da tela/ecrã quando é detectado um movimento na imagem, sendo um recurso utilizado efetivamente para reduzir o consumo de energia em um uso padrão, e não com a finalidade de fraudar testes de consumo.

Confira abaixo o inteiro teor da nota enviada pela Samsung:

“Rejeitamos firmemente a acusação de que uma das nossas configurações de TV tenha sido projetada para obter um desempenho de potência energético enganoso nos testes de laboratório regulamentares. O mecanismo em causa e que é utilizado não é uma configuração ativada apenas durante os testes de conformidade. Trata-se de uma definição designada “motion lighting” e é uma funcionalidade que reduz a luminosidade do ecrã quando é detectado movimento na imagem (“vídeo motion”). Esta é uma funcionalidade padrão que funciona do mesmo modo no laboratório como em casa, ou seja, não é ligada apenas em testes de conformidade. É uma característica “out-of-the-box”, ou seja, que é automaticamente ativada quando o cliente recebe o aparelho de TV, e que permanece ligada sempre que o cliente opta por ver TV no modo de visualização “padrão”. A funcionalidade “motion lighting” é parte de uma série de funcionalidades que desenvolvemos para ajudar a reduzir o impacto ambiental da nossa tecnologia de TV. Estamos orgulhosos destas tecnologias e temos a intenção de inovar ainda mais nesta área.”

A declaração acima parece sanar a polêmica instaurada sobre o caso, mas não é a primeira vez que a Samsung enfrenta denúncias sobre a utilização de mecanismos para aumentar o desempenho de seus aparelho, já que no passado a empresa sul-coreana foi acusada de rodar um código específico para aumentar a pontuação de seus smartphones quando os dispositivos fossem submetidos aos famosos testes de benchmark.


2 comentários em Samsung nega que suas TVs utilizem o Motion Light para enganar testes de consumo

  1. jmf

    Além do grande negócio publicitário expresso em guerrilhas mediáticas não consigo distinguir onde está a noticia!!!
    Mas além dos textos pagos que devem/deveriam conter a informação de que são publicidade estes da “guerrilha” também deveriam ter essa menção.
    Grande negócio o das fiscalizações…

  2. jmf

    …e é por causa da luminosidade e dos pontos e do negócio das fiscalizações desnecessárias que a crise da especulação financeira “estalou” (ou está a “eatalar”)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *