cibercriminoso Notícias

Sites piratas bloqueados em Portugal: operadoras têm 15 dias para fechar 51 sites


A Inspecção Geral das Actividades Culturais enviou já às operadoras de telecomunicações a listagem dos 51 sites piratas que deverão ser bloqueados. A Meo, NOS, Vodafone e Cabovisão têm agora 15 dias para acionar os mecanismos que permitam o bloqueio dos sites de partilha de conteúdos.

Em causa, estão sites que permitem a partilha de filmes, séries, música e revistas de forma pirata, sem o pagamento dos respectivos custos e/ou direitos de autor. A lista enviada pela Inspecção Geral das Actividades Culturais (IGAC) incide sobre os sites mais populares, nomeadamente o TopPT, Tugaflix, o Ratotv, o Torrentreactor ou os sucedâneos do The Pirate Bay.

Esta listagem de sites é a primeira, mas tornar-se-á uma prática corrente. De acordo com o protocolo promovido pela Secretaria de Estado da Cultura e que juntou a IGAC, as operadoras de telecomunicações, a indústria do cinema e associações de combate à pirataria, o organismo estatal passará a enviar duas vezes por mês aos operadores de telecomunicações listas de sites com conteúdos que violam os direitos de autor para que Meo, NOS, Vodafone e Cabovisão façam o seu bloqueio.

Desde que o memorando foi conhecido, os sites piratas reagiram de formas diferentes, tendo mesmo o mais popular de todos, o Wareztuga, decidido por sua livre iniciativa fechar portas. Mas outros sites de partilha de conteúdos estão a advertir os seus usuários da possibilidade de bloqueio e a sugerir formas de contorno do bloqueio técnico imposto pelas operadoras.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *