App móvel do OLX cresce 53% e ultrapassa as 6 milhões de visitas em dezembro de 2015

App móvel do OLX cresce 53% e ultrapassa as 6 milhões de visitas em dezembro de 2015

O OLX,  plataforma de classificados online em Portugal, registou um crescimento expressivo de 53% de visitas mensais na sua aplicação móvel, passando de perto de 3 milhões visitas por mês no início do ano para um total de 6,4 milhões de visitas por mês no final de 2015.

Este crescimento do acesso através de dispositivos móveis é explicado pelo crescente engagement entre os utilizadores e as aplicações mobile do OLX. Atualmente existem mais de 386 mil utilizadores da aplicação OLX em sistema Android (178 mil utilizadores registados em janeiro de 2015). Diariamente são publicados cerca de 8800 anúncios via app, este número cresce pela facilidade que é publicar anúncios pela APP, uma vez que as fotos podem ser tiradas e inseridas no anúncio em simultâneo. As categorias com mais aptidão para a publicação por dispositivos mobile, acabam por ser moda, livros, bebé e criança, artigos de desporto, entre outros, por ser um tipo de publicação imediata.

Os picos de maior tráfego registado nos dispositivos mobile são sobretudo entre as 8h30 e 10h e entre as 18h e as 20h, coincidindo com o tempo de viagem pré e pós horário laboral, nos quais há períodos de espera e em que naturalmente as pessoas já consultam o smartphone.

O site OLX registou igualmente um crescimento de 7% nas visitas mensais, de 25 milhões no início de 2015, para 26,7 milhões de visitas mensais no fim de 2015. No mês de Dezembro, registaram-se dias com visitas diárias superiores a 1 milhão.

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.