teclado destacável Mobile

Consumidores optam por tablets com teclado destacável


Já lá vai o tempo em que as pessoas queriam os tablet fundamentalmente como um dispositivo multimédia. Agora, cada vez mais são os tablets que também são ferramentas de produção que estão a ganhar a confiança dos consumidores.

A nível global, o mercado dos tablet está em declínio, com as vendas a diminuírem 14,7 por cento no primeiro trimestre do ano. Os analistas da IDC consideram vários fatores para esta situação. As pessoas optam por smartphones com cada vez maiores ecrãs e melhor resolução, que lhes possibilitam aceder aos conteúdos multimédia com facilidade e são poucos os que fazem um upgrade dos seus dispositivos, uma vez que a maioria dos tablet recentemente lançados não traz um conjunto suficiente de novidades que leve a que os consumidores considerem os que têm completamente ultrapassados.

Mas há uma luz ao fundo do túnel para os construtores. É que o segmento dos tablets com teclado destacável tiveram uma subida de 120 por cento no mesmo período.

Dos mais de 39,6 milhões de tablets vendidos à escala global, apenas 4,9 milhões pertencem ao segmento dos que têm teclado destacável, mas os analistas da IDC vêem já aqui uma tendência. Estes vão ser, cada vez mais, os preferidos dos consumidores.

Os profissionais e as empresas são quem está a optar cada vez mais por este tipo de dispositivo quando consideram substituir o seu antigo portátil. A leveza e os cada vez maiores recursos disponíveis nos tablets fazem deles já uma ferramenta de produção a considerar para a maioria dos utilizadores profissionais.

É por isso que as linhas semi-profissionais da Apple, da Samsung e da Microsoft estão a transformar-se na nova coqueluche do mercado de tablets, fazendo com que um maior número de construtores equacione avançar por esta linha.

O mercado dos tablet parece estar definitivamente a mudar.

Via CNET