Intel acelera a transição para a nuvem Tecnologia

Intel acelera a transição para a nuvem


A Intel Corporation detalha diversas tecnologias  e colaborações que facilitam a implantação de nuvens ágeis e escaláveis para que as empresas possam fornecer novos serviços de forma mais rápida e, consequentemente, aumentar suas receitas.

As empresas desejam flexibilidade e opções em modelos de implantação de nuvem para suportar a inovação ao mesmo tempo em que mantém o controle sobre seus recursos mais estratégicos. Apesar da disposição para investir em uma infraestrutura definida por software (SDI, na sigla em inglês)¹, as empresas consideram que fazer isso por conta própria é complexo e demorado.

O lançamento da família do processador Intel® Xeon® E5-2600 v4, criado com o processo tecnológico de 14 nanômetros da Intel, provê os principais ingredientes para as SDIs, incluindo a tecnologia Intel® Resource Director, que habilita os clientes a migrarem para nuvens totalmente automatizadas baseadas em SDIs com mais visibilidade e controle sobre recursos críticos compartilhados, como os caches do processador e a memória principal. O resultado é uma organização inteligente, bem como uma melhora nos níveis de serviço.

A nova família de produtos oferece desempenho melhorado para tarefas em nuvem com 20% mais núcleos e cache do que a geração anterior², bem como suporte para memórias mais rápidas e outras tecnologias integradas para acelerar diversas das cargas de trabalho de servidores, rede e armazenamento. As melhorias de segurança, como o isolamento da carga de trabalho, o reforço das políticas de segurança e a criptografia mais rápida³ foram incluídas para ajudar a proteger os dados de forma mais eficiente.

Para um acesso rápido e confiável aos dados na nuvem, a Intel anuncia o lançamento dos drives em estado sólido (SSDs – Solid State Drives em inglês) otimizados para a família do processador Intel Xeon E5-2600 v4 e implantações de armazenamento empresarial e nuvem. O Intel® SSD DC P3320 e o P3520 Series são os primeiros SSDs da Intel a usar a tecnologia 3D NAND de mais alta densidade da indústria para fornecer aos usuários a solução de armazenamento mais eficiente e densa. O DC P3320 oferece uma melhoria de até 5 vezes no desempenho em comparação aos SSDs baseados na SATA4.

Os novos Intel SSD DC 3700 e D3600 Series são os primeiros SSDs dual-port PCI Express* da Intel a usar o protocolo Non-Volatile Memory Express (NVMe). O design com duas portas fornece proteção contra falhas e redundância críticas, protegendo contra a perda de dados em implantações de armazenamento de missão crítica. Os clientes que adotarem o D3700 podem ver uma melhoria de até 6 vezes no desempenho em relação às atuais soluções SAS com duas portas.5

A Intel está simplificando o caminho da migração para a nuvem com os novos processadores, drives em estado sólido e colaborações da indústria para ajudar as empresas a fornecerem novos serviços na escala e velocidade anteriormente encontradas apenas nas nuvens públicas mais avançadas.

“As empresas querem se beneficiar da eficiência e da agilidade da arquitetura da nuvem em seus próprios termos – usando as ofertas de nuvem pública, implantando sua própria nuvem privada ou ambos”, disse Diane Bryant, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo para o Data Center da Intel. “O resultado é uma demanda reprimida por infraestrutura definida por software. A Intel está investindo para amadurecer as soluções SDI e fornecer um caminho rápido para que empresas de todos os tamanhos aproveitem os benefícios da nuvem”.

A SDI é a base para as nuvens mais avançadas do mundo. Ela torna a entrega de serviços em nuvem mais rápida e mais eficiente ao alocar dinamicamente os recursos necessários de processamento, armazenamento e rede por meio de software inteligente e da organização cuidadosa na entrega de aplicativos e serviços sob demanda para muitos usuários.

Possibilitando dezenas de milhares de novas nuvens

Como parte da Iniciativa Intel® Cloud for All, a Intel está investindo em outros projetos da indústria para acelerar as redes habilitadas pela SDI, otimizando tecnologias-chave e alinhando a indústria para estimular o desenvolvimento de padrões e soluções em nuvem fáceis de implantar.

  • A Intel está colaborando com a CoreOS* e a Mirantis* para unir duas das mais populares tecnologias de código aberto a fim de organizar aplicativos baseados em containers e máquinas virtuais. A união das duas tecnologias em uma única solução simplificará as opções para que as operadoras de rede acelerem a adoção de soluções em nuvem.
  • A Intel e a VMware* anunciaram uma rede de Centros de Excelência voltados para acelerar implantações em nuvem. Os centros estimularão otimizações personalizadas, facilitarão testes de campo e integrarão as melhores práticas de segurança virtual em colaboração com o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia*.
  • A Cloud Native Computing Foundation (CNCF) e a Intel anunciaram o maior centro de testes de aplicativos em nuvem do mundo para aplicativos “nascidos na nuvem”. O centro incluirá mais de 1000 nodes de servidores baseados no processador Intel Xeon para fornecer aos desenvolvedores a oportunidade de testar aplicativos em grande escala e oferecer a eficiência e a portabilidade dos aplicativos nativos da nuvem para as empresas.
  • A Intel está ampliando o programa Cloud Builders para incluir casos de uso de SDI e acelerar os esforços de otimização do ecossistema a fim de permitir que clientes se beneficiem totalmente da orquestração e automação da infraestrutura como serviços (IaaS, na sigla em inglês). O novo programa Storage Builders também busca acelerar o uso de soluções de armazenamento prontas para a nuvem e de próxima geração pela indústria ao fomentar a inovação, interligando empresas compatíveis no ecossistema em nuvem. A Intel atualmente possui mais de 300 empresas participantes de seus programas “builders” para nuvem, armazenamento e rede.

 

 

O software e as cargas de trabalho usados nos testes de desempenho podem ter sido otimizados apenas para desempenho em microprocessadores Intel. Os testes de desempenho, como o SYSmark* e o MobileMark*, são feitos com sistemas de computador, componentes, softwares, operações e funções específicos. Qualquer modificação desses fatores pode causar variação dos resultados. Você deve consultar outras informações e outros testes de desempenho para ajudar nas suas decisões de compra, inclusive o desempenho deste produto quando combinado com outros produtos.

Os resultados foram aferidos pela Intel com base no software, teste de desempenho e outros dados de terceiros e são fornecidos apenas com propósitos informativos. Qualquer diferença no design ou configuração do hardware ou software pode afetar o desempenho real. A Intel não controla, audita o design ou a implantação de dados de terceiros mencionados neste documento. A Intel encoraja a todos os seus clientes a visitarem os websites de terceiros mencionados ou outras fontes para confirmar se os dados mencionados estão precisos e refletem o desempenho dos sistemas disponíveis para compra.

¹ De acordo com a firma de análise da indústria 451 Research, 67% das empresas estão planejando aumentar seus gastos com SDI em 2016. Pesquisa a Voz das Empresas: Pesquisa sobre Infraestrutura Definida por Software: 2016 Tendências de Gastos em Infraestrutura Definida por Software (SDI) de março de 2016.

² Família do Processador Intel® Xeon® E5-2600 (22C, 55M Cache) em comparação com a família do processador Intel® Xeon® E5-2600 v3 (18C, 45M Cache).

³ Dois processadores de 1 nó Intel® Xeon® E5-2697v3 @ 2.1 GHz no Grantley-EP com 64 GB de Memória Total no SUSE Linux Enterprise Server* 12 usando o haproxy* 1.6.3 e OpenSSL versus dois processadores de 1 nó Intel® Xeon® E5-2699 v4 @ 2.1 GHz no Grantley-EP com 64 GB de Memória Total no SUSE Linux Enterprise Server* 12 usando o haproxy* 1.6.3 e OpenSSL 1.0.2f.

4 Comparação de desempenho entre 2TB Intel® SSD DC P3320 e o 1.6TB Intel® SSD DC 3510. Os resultados de desempenho foram simulados usando o IOMeter e o Intel® CoFluent™ modeling. Quaisquer diferenças no hardware, software ou configuração do seu sistema pode afetar o resultado real.

5 Fonte: X-IO Technologies* Project Axellio usando o Intel SSD DC D3700 vs. o desempenho do SAS SSD.

Configuração: Hospedagem externa rodando o Windows* Server 2008. Especificações da hospedagem externa: HP DL360, G7 com dois Intel E5-2620 e 25GB ram. Storage array system usando o E52699v3 com 40 Intel DC D3700 10 DWPD 800GB & Storage array system usando E52699v3 com 40 SAS 10 DWPD 400GB. P teste incluiu a transferência de 8K com uma carga de trabalho de leitura/gravação de 80/20 no Q 1,2,4 acessando 1 volume no sistema de armazenamento compartilhado. As medições foram feitas no IOMeter.