cabo submarino microsoft facebook Notícias

Facebook e Microsoft vão construir cabo submarino no Atlântico


A Microsoft e a Facebook uniram esforços e estão a construir em conjunto um cabo submarino para a transmissão de dados entre os dois lados do Atlântico. O cabo liga Virgínia, nos Estados Unidos, a Bilbao, em Espanha.

O cabo submarino que a Facebook e a Microsoft estão a construir tem uma extensão de 6.600 quilómetros e permitirá a transmissão de 160 terabits de dados por segundo, tornando-se o mais potente cabo submarino a atravessar o Atlântico.

O anúncio da parceria foi agora feito pelas duas empresas que apontam que a ligação entre as duas margens do Atlântico comece em agosto deste ano e esteja concluída em outubro de 2017. O cabo “Marea” – maré em espanhol – “garantirá as necessidades dos consumidores por maior rapidez e as conexões de confiança para serviços online e de cloud da Microsoft, da Facebook e dos seus clientes”, afirmam as empresas em comunicado.

O Marea é constituído por oito pares de cabos de fibra ótica e será  interoperável com uma variedade de equipamentos de rede. Este novo design “aberto” traz “benefícios significativos para os clientes: custos mais baixos e mais fácil atualização de equipamentos que leva a um crescimento mais rápido das taxas de largura de banda desde que o sistema pode evoluir no ritmo da inovação da tecnologia óptica”.

O novo sistema de cabos submarinos, a ser operado e gerido pela Telxius, a nova empresa de infra-estrutura de telecomunicações da Telefónica, será também o primeiro a ligar os Estados Unidos e o sul da Europa, a partir do centro de dados da Virgínia ao norte de Bilbao, em Espanha, e daqui para hubs de rede na Europa, África, Oriente Médio e Ásia. Esta rota está mais a sul do que os outros sistemas de cabos transatlânticos, “contribuindo assim para assegurar ligações mais resilientes e confiáveis para clientes nos Estados Unidos e Europa.”