fundação vodafone Notícias

Fundação Vodafone leva conteúdos didáticos digitais a África


O Grupo Vodafone e a sua Fundação anunciaram o lançamento de um dos maiores programas de Responsabilidade Social em 25 anos de história da Fundação. A iniciativa “Instant Schools For Africa” terá início no outono deste ano e tem como objetivo proporcionar acesso gratuito a materiais didáticos digitais a milhões de jovens na República Democrática do Congo, Gana, Quénia, Lesoto, Moçambique e Tanzânia.

Esta iniciativa foi desenvolvida em conjunto com a Learning Equality – uma instituição sem fins lucrativos líder em soluções tecnológicas educativas de fonte aberta – e com outros parceiros educativos, ministérios da educação e especialistas locais em educação de cada um dos países.

Os recursos didáticos fornecidos pela iniciativa “Instant Schools for Africa” abrangem disciplinas como Matemática e Ciências e irão proporcionar a milhões de crianças e jovens o acesso a conteúdos – desde a escola primária até ao ensino secundário – comparáveis em qualidade e abrangência aos recursos disponíveis em escolas de países desenvolvidos.

Criados à medida dos padrões locais, estes materiais incluem também conteúdos concebidos para crianças que não beneficiam de um sistema de ensino tradicional: segundo um estudo da UNESCO, em 2013, 59 milhões de crianças com idades compreendidas entre os seis e os 11 anos não frequentavam a escola, sendo que 30 milhões dessas crianças viviam na África subsariana.

Os materiais didáticos tradicionais, tais como cadernos, livros de apoio, exames de anos anteriores, fichas de avaliação e recursos de sala de aula não são financeiramente comportáveis para a maior parte das escolas africanas. Os materiais didáticos digitais disponíveis através de redes móveis – tablets básicos para os alunos e computador e projetor para os professores – são uma alternativa mais vantajosa e podem ser atualizados regularmente para garantir que os alunos recebem a informação e os conhecimentos mais recentes na escola e em casa.

O acesso aos recursos didáticos da iniciativa “Instant Schools for Africa” será totalmente gratuito para os utilizadores da rede Vodafone. De forma a incentivar a implementação generalizada daquilo que, para muitos jovens, constitui uma oportunidade única para aprender e adquirir novas competências, a Fundação Vodafone do Grupo irá colaborar com outras grandes operadoras móveis dos países envolvidos para procurar incentivar outros fornecedores a adotarem uma abordagem não comercial semelhante.

O Diretor da Fundação Vodafone do Grupo, Andrew Dunnett, afirmou: “A educação é um antídoto poderoso contra a pobreza. As crianças e os jovens dos países mais pobres do mundo estão desesperados para aprender, mas nem os pais, nem os professores ou outros educadores têm os meios ou os materiais para poder ensinar. As tecnologias digitais e móveis vieram mudar tudo. O nosso programa “Instant Schools For Africa” irá levar uma enorme variedade de material didático avançado – adaptado à língua e cultura locais – a salas de aula em qualquer lugar, desde bairros de lata nas cidades até às aldeias mais remotas. Acreditamos que o programa “Instant Schools For Africa” pode transformar as oportunidades de vida de um grande número de jovens.”