segurança das cidades inteligentes Segurança

Lançado manual de segurança para Cidades Inteligentes


Securing Smart Cities, iniciativa global sem fins lucrativos que aborda os problemas de cibersegurança das cidades inteligentes, acaba de publicar uma compilação das principais recomendações sobre a segurança da informação destinada ao Departamento Smart City (SCD) de cada cidade. Este guia tem como objetivo proporcionar às organizações, públicas e privadas, as bases para proteger a informação do SCD, além de apoiar a promoção e a difusão dos serviços da Smart City.

Nas cidades inteligentes, a segurança da informação representa um papel muito importante, tanto
para a proteção dos níveis de confidencialidade, disponibilidade e integridade, como também na
estabilidade dos serviços e das organizações nacionais, em ambientes inteligentes sustentáveis e
habitáveis. Este guia proporciona os elementos chave que uma organização necessita de ter em
conta ao definir o papel do Departamento Smart City, com o objetivo de obter a melhor segurança e
resiliência: da importância da adoção da tecnologia, à qualidade dos serviços e ao cumprimento da
legislação, passando pela eficiência e sustentabilidade das operações.

Securing Smart Cities é uma iniciativa global sem fins lucrativos que tem como objetivo resolver os problemas de cibersegurança em cidades inteligentes, através da colaboração e intercâmbio de informação. Com o apoio dos principais analistas, empresas e organizações de segurança, incluindo IOActiva, Kaspersky Lab, Bastille e Cloud Security Alliance, esta iniciativa servirá como um ponto de união para empresas, governos, meios de comunicação, iniciativas sem fins lucrativos e indivíduos de todo o mundo que participem na criação, melhoramento e fomento das tecnologias inteligentes e seguras para cidades modernas.

“Estas pautas são mais um passo em frente da iniciativa Securing Smart Cities (SSC). Estamos a
tratar de entender melhor os requisitos das cidades inteligentes, através do desenvolvimento de
conhecimentos úteis e do intercâmbio de experiências com os responsáveis pelo desenvolvimento
e gestão das smart cities. Este documento baseia-se na experiência dos membros da comunidade
SSC envolvidos na cibergestão em larga escala, assim como de outros especialistas em segurança: desde pessoal encarregue de testes de intrusão a peritos em segurança industrial”, sublinha Mohammad Amin Hasbini, membro da iniciativa Securing Smart Cities e especialista em segurança da Kaspersky Lab.

“Em linha com os nossos esforços para proporcionar recursos práticos às organizações, a iniciativa
Securing Smart Cities lançou novas diretrizes com valiosas recomendações para tornar as nossas
cidades atuais e futuras mais seguras”, declara Cesar Cerrudo, membro da Securing Smart Cities e
diretor de tecnologia da IOActive.

O guia: “O papel da cibersegurança para o Departamento Smart City e suas repercussões” inclui: Eepartamento de Smart City (SCD; Responsabilidades de cibersegurança do SCD; Governo e apoio à liderança; Apoio à infraestrutura; Otimização da gestão de riscos; Apoio legal; Informação de ameaças de colaboração.

Para aceder o documento completo, visite http://securingsmartcities.org/?p=483